Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Homenagem ao sr. Luiz Costa das Caves São João

Visão Se7e

  • 333

As escolhas de José António Salvador, crítico de vinhos da VISÃO

Regresso hoje às caves São João e aos seus vinhos da Bairrada, permitindo-me uma homenagem tardia à memória do sr. Luiz Costa, falecido aos 84 anos no último trimestre do ano transacto.

Luiz Costa, a par de José dos Santos, saudoso diretor do Palace Hotel do Bussaco, são quanto a mim as duas grandes personalidades da Bairrada após 25 de Abril. A eles devo o essencial do pouco que sei acerca da região, então em fase de afirmação no início dos anos 80 do século passado.

Abriram-me as portas das suas casas, das Caves São João e do Palace, para me revelarem o que havia de bom no território bairradino. A eles devo também manifestações de amizade, que perduram no meu património afetivo.

A cordialidade e bondade pessoais de Luiz Costa andavam de braço dado com a sua cultura e curiosidade gerais, em que sobressaía a sua extensa e diversificada biblioteca báquica.

Não foi menos significativa a sua ação à frente da empresa familiar, as Caves São João, impondo-lhe um percurso de modernização enológica e vitícola desde a aquisição da Quinta do Poço do Lobo em 1971.

Os vinhos de que hoje vos dou notícia, agora elaborados por outros autores, constituem um legado inquestionável deste bairradino exemplar.

 

Frei João Bairrada Reserva 2011 ***** - €9,04

um vinho branco moderno, com capacidade de envelhecimento, em que a casta Maria Gomes (tradicional na Bairrada com 70% dos encepamentos brancos da região) é minoritária no lote deste branco dominado pelo Chardonnay (40%), Arinto (30%), Bical (20%), cabendo os restantes 10% àquela casta bairradina.

Para a sua longevidade contribui o processo de vinificação, parcialmente realizado em barricas de carvalho francês com posterior "battonage " durante oito meses, tendo sido engarrafado em julho de 2012. Na prova sensorial a frescura do Arinto (casta rainha de Bucelas) sobrepõe-se à untuosidade da francesa Chardonnay, a qual faz uma harmonia perfeita com a acidez natural da casta portuguesa.

Requintado nos aromas, sublime nos sabores. Um branco bairradino para beber desde já ou daqui a meia década.

Caves São João 92 anos de História Bairrada 2009 ***** - €25

no caso deste tinto, as castas Baga (que corresponde a 90% dos encepamentos tintos da região bairradina) e Touriga Nacional perfazem a meias 80% do lote, completado com 10% de Cabernet Sauvignon.

De cor retinta surge estruturado e vigoroso sem perder elegância, com aromas e sabores vinosos e um longo post boca. Um tinto excecional.