Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Montebelo Vista Alegre: Um hotel num bairro (de luxo), em Ílhavo

Escapar

Convertido em unidade de cinco estrelas, o antigo bairro operário da fábrica de porcelanas da Vista Alegre, em ílhavo, tem uma nova ala – a Casa dos Mestres Pintores, com 13 quartos, decorados com peças originais

O património da Vista Alegre, desde as pinturas artísticas aos moldes da porcelana, serve de inspiração à decoração das diferentes áreas do hotel

O património da Vista Alegre, desde as pinturas artísticas aos moldes da porcelana, serve de inspiração à decoração das diferentes áreas do hotel

Divulgacao

Ao entrar no Lugar da Vista Alegre, em Ílhavo, tem-se um vislumbre da vida de bairro construída à volta da Capela de Nossa Senhora da Penha de França, classificada como monumento nacional. Ainda que estejamos distantes da fundação da fábrica de vidro e de porcelanas, em 1824, há um espírito do tempo que não se perdeu com a reconversão de alguns dos edifícios e a inauguração, em 2016, do Montebelo Vista Alegre Ílhavo Hotel. “Não queríamos desvirtuar a vivência do bairro operário”, sublinha António Machado Matos, diretor do hotel. O respeito pelo passado permaneceu nos 13 novos quartos, abertos no início deste ano, na antiga Casa dos Mestres Pintores, originalmente criada para acolher o francês Victor Rosseau, primeiro pintor da Vista Alegre e seu diretor artístico. Podem não ter o requinte clássico dos quartos do palácio (seis standards e quatro suites), outrora residência dos Pinto Basto, a família fundadora, nem as comodidades e o espaço dos do edifício moderno do hotel (69 standard e três suites), construído de raiz, com vista sobre o rio Boco e as gafanhas. Mas a adaptação desta ala, tal como das anteriores, honra o passado da Vista Alegre, com peças originais dos mestres pintores a marcarem a decoração.

O exterior da reconvertida Casa dos Mestres Pintores

O exterior da reconvertida Casa dos Mestres Pintores

Enquanto fonte de inspiração, o património da marca é inesgotável, recorrendo até a peças brancas ou aos moldes da porcelana. “O hotel ajuda a contar a história da Vista Alegre e a perceber melhor quem somos”, diz António Machado Matos. Para o fazer com mais profundidade, é imperdível uma visita (gratuita para os hóspedes) ao Museu Vista Alegre, onde se conta a evolução do fabrico ao longo dos 195 anos de existência e decorrem oficinas de pintura (por marcação). Pode ainda optar por relaxar nas piscinas (interior e exterior) ou no spa, com jacuzzi, sauna, banho turco e ginásio de acesso livre. A gastronomia regional, com apresentação contemporânea, está à disposição no restaurante do hotel, com uma belíssima panorâmica da ria. E, a pensar nas compras, há lojas e outlet da Vista Alegre e da Bordallo Pinheiro dentro do pequeno bairro. Para a recordação não falhar.

O bairro inclui a Fábrica e o Museu da Vista Alegre, assim como lojas

O bairro inclui a Fábrica e o Museu da Vista Alegre, assim como lojas

Lucília Monteiro

Montebelo Vista Alegre Ílhavo Hotel > Lugar da Vista Alegre, Ílhavo > T. 232 420 000 > a partir de €110