Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Thomaz Palace: Um “palácio” muito liberal no Porto

Escapar

Na Rua de Fernandes Tomás, no Porto, um edifício dos anos 40 foi convertido em 18 apartamentos, a pensar em quem gosta de se sentir em casa quando visita a cidade

O nome – Thomaz, escrito na antiga grafia – vai buscar o apelido do político e magistrado do século XVIII, Manuel Fernandes Tomás, considerado um dos mais importantes do período liberal
1 / 6

O nome – Thomaz, escrito na antiga grafia – vai buscar o apelido do político e magistrado do século XVIII, Manuel Fernandes Tomás, considerado um dos mais importantes do período liberal

Os apartamentos têm diferentes tipologias (desde o estúdio ao T2), cozinha equipada, varanda, área de estar e estacionamento no logradouro
2 / 6

Os apartamentos têm diferentes tipologias (desde o estúdio ao T2), cozinha equipada, varanda, área de estar e estacionamento no logradouro

3 / 6

4 / 6

5 / 6

6 / 6

É impossível não reparar na cor terra do edifício apalaçado, dos anos 40, quando se atravessa a Rua de Fernandes Tomás. Aberto em agosto, o Thomaz Palace é o resultado de (mais uma) reabilitação na Baixa do Porto, a pensar no turismo e em quem privilegia uma estada, que tanto tem de conforto como de espaço – a área dos apartamentos vai dos 65 aos 120 metros quadrados. O nome – Thomaz, escrito na antiga grafia – vai buscar o apelido do político e magistrado do século XVIII, Manuel Fernandes Tomás, considerado um dos mais importantes do período liberal e líder da Revolução do Porto, a 24 de agosto de 1820.

Os 18 apartamentos – dois estúdios, dez T1 e seis T2 –, cinco dos quais destinados a alojamento de longa duração, têm todas as comodidades de uma casa: cozinha equipada, áreas de estar, varandas com deck de madeira, luz natural, nas casas de banho e nos quartos, a irromper pelas grandes janelas rasgadas para a rua. A arquitetura, a cargo do atelier portuense In Details, manteve a traça da fachada original, mas reabilitou todo o interior, privilegiando a madeira (no pavimento e nas traves do teto do segundo piso), o mármore e o granito.

O Thomaz Palace é o terceiro negócio da família de Jorge Ferreira na área do turismo – que já inclui o Casas do Rivoli, no Porto, e a Quintãs Farm Houses, em Arouca –, que tem o seu filho, Filipe Ferreira, na gestão (é ele quem recebe os clientes), e a mulher, Aurora Dolgner, como responsável pela decoração de interiores. Aurora diz ter tido em conta “as duas linguagens diferentes do prédio: na parte da frente, mais clássica; na de trás, mais descontraída”, mas sempre aliando “conforto e simplicidade”.

Tal como na filosofia do liberalismo, também neste caso os hóspedes terão total liberdade para usufruírem de cada apartamento, como se estivessem na própria casa, aqui com a vantagem de estarem a dois passos do Centro Histórico do Porto. E, seja à chegada seja à saída do Thomaz Palace, preste-se, por fim, homenagem ao político e revolucionário liberal da nossa História, retratado numa pintura de Carlos Amorim, a qual está na entrada.

Thomaz Palace > R. Fernandes Tomás, 230, Porto > T. 91 029 6327 > estúdios a partir €90; T1 a partir €110; T2 a partir €140 (mínimo duas noites)