Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

WC by The Beautique Hotels: Dormir numa casa de banho

Escapar

No WC, o novo hotel de quatro estrelas de Lisboa, decorado pela designer Nini Andrade Silva, recria-se o universo dos banhos de espuma, com banheiras na receção e azulejos nos quartos

No último piso fica o mais cobiçado de todos os quartos: o 601 tem banheira ao fundo da cama e uma varanda com vista para o Castelo de São Jorge

No último piso fica o mais cobiçado de todos os quartos: o 601 tem banheira ao fundo da cama e uma varanda com vista para o Castelo de São Jorge

Diana Tinoco

Quando se lê WC, numa fachada, fica-se a imaginar se o significado destas duas letras, escritas em tamanho gigante, é aquele que pensamos ser. No caso deste prédio no número 35 da Avenida Almirante Reis, juntam-se outras palavras, deixando perceber que se trata de um hotel pertencente ao grupo The Beautique Hotels (proprietário também do Figueira Beautique Hotels, na Praça da Figueira).

Antes de se fazer qualquer julgamento, é com curiosidade, e (algum) espírito critico, que entramos no WC para perceber que é lá dentro, afinal, que tudo o que pensámos inicialmente se concretiza. Logo à entrada, os hóspedes são brindados com uma banheira, frascos de perfumes e uma rececionista que veste uma espécie de pijama e uma touca. Um olhar mais atento descobre ainda, dentro de uma vitrina, rolos de papel higiénico e cotonetes, e, através de uma cortina transparente, espreita-se uma secretária e um computador, para uso de quem ali pernoitar.

Diana Tinoco

A ideia de fazer a decoração de um hotel em torno de uma casa de banho, há muito que passava pela cabeça da designer de interiores Nini Andrade Silva. A madeirense acredita que se vê a qualidade de um hotel por esta assoalhada, muitas vezes menosprezada. Para a ajudar neste projeto, que demorou cerca de quatro anos, desde a sua aprovação até à conceção, contou com a ajuda do gabinete de arquitetura Nuno Leónidas.

“Queremos oferecer todas as comodidades como se os nossos hóspedes estivessem realmente a dormir numa enorme casa de banho, apostando em pormenores que fossem capazes de trazer essa mesma sensação, com espaços alusivos ao universo da água e aos banhos de espuma”, diz Karim Rajaballi, diretor do hotel quatro estrelas, aberto em outubro.

Os 41 quartos, de diferentes tamanhos e vistas, têm todos uma decoração sóbria e baseada na mesma palete de cores, com os tons azul-água e verde a predominar. É no último piso, que se encontra o mais cobiçado de todos: o quarto 601 tem banheira ao fundo da cama e uma varanda virada para esta Lisboa multicultural, com o Castelo de São Jorge a rematar a paisagem. No piso -0, mas com janelas para a avenida, fica O Banho, o restaurante do hotel. Com uma ementa baseada no receituário português, com apontamentos de outras cozinhas do mundo, à prova estão bife da vazia angus com migas de feijão frade (€18), e cabrito, chalotas confitadas, castanhas e cogumelos salteados (€16), entre outras sugestões. Aos almoços, de segunda a sexta, aproveite-se o menu completo por €11. De resto, sinta-se à vontade, como se estivesse numa casa de banho em ponto grande.

O grupo The Beautique Hotels vai abrir mais dois hotéis em Lisboa: o Madalena Beautique Hotel, na Rua da Madalena, com decoração a remeter para o universo feminino, até final deste ano; e o Dos Reis Beautique Hotel, também na Avenida Almirante Reis, em frente ao WC, previsto para 2020.

Além do restaurante O Banho, o hotel tem um bar

Além do restaurante O Banho, o hotel tem um bar

Diana Tinoco

WC by The Beautique Hotels > Av. Almirante Reis, 34, Lisboa > T. 21 053 7001 > a partir €180 (quarto duplo, época baixa)