Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Martinhal Beach Family Resort & Hotel Sagres: Os instantes que não vivi

Escapar

A poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen no título deste artigo é propositada – o melhor do Martinhal Sagres, o hotel de cinco estrelas, no Barlavento algarvio, é a praia e o mar pela frente

Inaugurado em 2010, o Martinhal Sagres está inserido no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

Inaugurado em 2010, o Martinhal Sagres está inserido no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina

O Martinhal de Sagres deve ser o que, em Portugal, mais próximo existe da ideia de “uma casa na praia”. Assim tipo Hamptons (o sonho comanda a vida e, pelo menos por enquanto, não paga impostos), moradia de um só piso, varandim de madeira, cores que se misturam com os tons da paisagem. Incrível é o facto de a área ocupada pelo hotel português (resort, na verdade) ser enorme e de, ao mesmo tempo, não se dar pela volumetria dos vários edifícios que o compõem.

Criado em 2010 pela anglo-singapurense Chitra Stern e pelo suíço Roman Stern, o hotel está inserido no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, tendo sido o primeiro da cadeia, que, entretanto, já se estendeu a Lisboa e a Cascais. Fica mesmo em frente à Praia do Martinhal e, por isso, imagina-se a fotografia bilhete-postal: a baía, o hotel do lado esquerdo, Sagres à vista, à direita. Prosseguindo o sonho, é acordar e ver o mar mesmo em frente, descer o passadiço de madeira até ao areal, caminhar e, só depois, começar a pensar em pequeno-almoço. E – já que se fala de comida e de poesia, que é (como se sabe) para comer – continuar a citar os poetas: “Quando eu morrer voltarei para buscar/ os instantes que não vivi junto do mar” (Sophia de Mello Breyner Andresen não podia vir mais a propósito, estamos perto de Lagos).

No Martinhal Sagres, o hotel propriamente dito é composto por 37 quartos (incluindo duas suítes), aos quais há que acrescentar, depois, 
as casas (55 Ocean, 28 Bay, 39 Garden, 
10 Pinewoods, todas com dois e três quartos). 
A filosofia da cadeia do casal Chitra e Roman Stern é a do family resort, o que (traduzindo para lá da letra) significa que existe um clube de atividades para os pais deixarem as crianças, serviço de babysitting, piscinas, parques infantis, bicicletas, campos de futebol, escola de surf… 
E também que os vários restaurantes à disposição (O Terraço, Os Gambozinos 
e As Dunas) dispõem de menus para crianças e várias “papinhas” para bebés, consoante estes tenham até seis meses ou até 12 meses. Aqui não há tristezas – e a felicidade de uns (filhos) é a felicidade de outros (pais).

Martinhal Beach Family Resort & Hotel Sagres > Apartado 54, Sagres > T. 282 240 200 > Beach Room (dois adultos, duas crianças e um bebé): de €185 (época baixa) até €363 (época alta) > Grand Deluxe Garden House (dois adultos, duas crianças e um bebé): de €188 (época baixa) a €473 (época alta)