Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

INATEL Manteigas, um hotel termal a caminho da serra

Escapar

O hotel termal INATEL Manteigas reabre de cara lavada, rodeado pela envolvente de sempre, a do maravilhoso Vale Glaciar do Zêzere

A unidade hoteleira de três estrelas reabriu as portas, após dois anos intensos de requalificação e de valorização

A unidade hoteleira de três estrelas reabriu as portas, após dois anos intensos de requalificação e de valorização

Ao deixar para trás a vila de Manteigas, seguindo a estrada que conduz à torre da serra da Estrela, pelo maravilhoso Vale Glaciar do Zêzere, surge pouco depois o conjunto de quatro edifícios que compõe o INATEL Manteigas. A 29 de novembro último, a unidade hoteleira de três estrelas reabriu as portas, após dois anos intensos de requalificação e de valorização. “Tratou-se de uma intervenção total, só ficou o esqueleto”, conta José Alho, administrador da Fundação INATEL, proprietária do hotel e das termas adjacentes desde 1991. Manteve-se a traça arquitetónica das fachadas, dos anos 30 do século XX, mas “alterou-
-se o miolo, para responder às exigências de qualidade”.

O mobiliário foi completamente renovado, tanto nos quartos (22, mais duas suítes) como nas zonas comuns, adotando um estilo moderno, confortável e sóbrio. O restaurante foi igualmente arejado e reforçou a aposta na gastronomia regional, servindo pratos como trutas de escabeche, feijoca regional, cabrito à serrana com arroz de carqueja, chanfana de cabra e o inevitável queijo Serra da Estrela. No exterior, onde existia um court de ténis em mau estado, nasceu um campo desportivo, um parque infantil e uma zona de fitness a pensar na terceira idade. “Seguimos uma lógica intergeracional”, prossegue José Alho. Adotaram ainda equipamentos inclusivos, para pessoas com mobilidade reduzida.

Vem de longe, a tradição termalista em Manteigas. Nesta nova fase, a ideia é promover o turismo de saúde e de bem-estar, por isso melhoraram-se os equipamentos do balneário termal. Entre este e o edifício principal, foi construído um passadiço, para maior comodidade dos hóspedes. “Tínhamos a pressão dos termalistas para reabrir, uma classe de clientes fidelizada”, adianta José Alho. 
O turismo de natureza será outra das prioridades, associando-se aos programas do Natural.pt, uma marca do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas. Afinal, como acentua o administrador do INATEL, do ponto de vista paisagístico, o hotel dispõe de uma localização extraordinária, “bonita em qualquer época do ano”.

O INATEL Manteigas dispõe de dois outros alojamentos, a Casa da Roda (com 15 quartos), num estilo mais rústico, e a Casa do Pastor (com 13 quartos), mais modesta, ideal para grupos grandes.

INATEL Manteigas > Caldas de Manteigas, Manteigas > T. 275 980 300 > quartos duplos a partir de €41 (edifício principal)