Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

7 sugestões para uma escapada no Alentejo

Escapar

Sete hotéis e turismos rurais, quase todos com piscina, boas sugestões para os dias quentes do verão que ainda aí está. Razões de sobra para os explorar em breves fins de semana ou em estadas mais longas. São a garantia de dias de calmaria alentejana

A piscina do M'ar de Ar Aqueduto, no centro de Évora

A piscina do M'ar de Ar Aqueduto, no centro de Évora

Em Évora, cidade Património da UNESCO, a antiga Pensão Policarpo deu lugar, no final de junho, à The Noble House. A cinco minutos a pé da Praça do Giraldo e do Templo de Diana, é uma boa sugestão para explorar o centro sem perder tempo em longas caminhadas. No edifício do século XV, onde não se apagaram as memórias de outros tempos azulejos da Fábrica Lisbonense e vestígios da muralha –, há 24 quartos à escolha e um pequeno-almoço para ser tomado no terraço.

Outra alternativa, ainda dentro das muralhas de Évora, é o M’ar de Ar Aqueduto. Neste hotel de cinco estrelas, os dias são passados entre tratamentos de spa, banhos de piscina e as experiências gastronómicas tipicamente alentejanas do restaurante Degust’Ar, sob a supervisão do chefe António Nobre.

Sem sair do Alto Alentejo, perto da aldeia de Vaiamonte, em Monforte, está o Torre de Palma Wine Hotel, um hotel rural de cinco estrelas com 19 quartos e muito espaço para explorar. Para além da beleza do edifício principal, com a sua torre altaneira, a partir da qual se percebe a dimensão da propriedade (15 hectares murados), a Torre de Palma tem piscina exterior, cavalariças, olival e vinha. O pôr do Sol, visto a partir da torre, é imperdível.

Já no Baixo Alentejo, em Mértola, longe das praias mas perto do rio Guadiana, está a Quinta do Vau. São apenas sete quartos e uma casa, um T1 para quatro pessoas. Tem uma piscina com vista para o rio e um pequeno-almoço caseiro e tradicional que inclui torradas em pão alentejano, doces locais Myrtilis Gourmet, queijos da Queijaria Guilherme, de Serpa, sumo natural feito com as laranjas do senhor Manuel, o vizinho do lado.

Mais junto às praias alentejanas está o Monte do Giestal. Nestes 70 hectares perto da aldeia de Abela, em Santiago do Cacém, fazem-se passeios de bicicleta, piqueniques, brinca-se com jogos tradicionais ou joga-se uma partida de ténis. Há dez casas para alugar, as crianças e os cães são todos bem-vindos.

Em direção ao Algarve, no Cercal do Alentejo, a Herdade do Reguenguinho conquista os hóspedes com as suas duas casas palafitas, todas envidraçadas, com vista para os 20 hectares de montado. Possui ainda suítes e quartos duplos, todos com um jacuzzi aos pés da cama. Aqui, o pequeno-almoço é servido até ao meio-dia, o que dá para descansar e ao mesmo tempo ganhar forças para usufruir do resto das mordomias.

Por fim, chegamos ao Paraíso Escondido, um terreno de oito hectares perto de São Teotónio, onde se pode dormir em bungalows sobre estacas, mas também nas cinco suítes e três quartos que este turismo rural tem à disposição. A decoração mistura África e Ásia, dispõe ainda de um spa e de um restaurante. Tudo isto no paraíso, em pleno Alentejo.

Um dos bungalows do Paraíso Escondido, em São Teotónio

Um dos bungalows do Paraíso Escondido, em São Teotónio

D.R.