Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Histórias por Metro Quadrado: um hotel para dormir com Aveiro à cabeceira

Escapar

O pequeno hotel de charme Histórias por Metro Quadrado, nascido num antigo armazém da alfândega, junto ao Jardim do Rossio, em Aveiro, tem oito quartos temáticos e é uma das novidades na cidade que fazem o tema de capa da VISÃO Se7e, esta quinta-feira nas bancas

Quarto Costa Nova
1 / 8

Quarto Costa Nova

Quarto Museu Santa Joana (atual Museu de Aveiro)
2 / 8

Quarto Museu Santa Joana (atual Museu de Aveiro)

Quarto Ovos-Moles
3 / 8

Quarto Ovos-Moles

Quarto Casa Major Pessoa
4 / 8

Quarto Casa Major Pessoa

Divulgacao

Quarto Fábrica Jerónimo Pereira Campos
5 / 8

Quarto Fábrica Jerónimo Pereira Campos

Quarto Marinha Peijota
6 / 8

Quarto Marinha Peijota

Quarto Marinha Grã-Caravela
7 / 8

Quarto Marinha Grã-Caravela

Quarto Estação de Caminhos-de-Ferro
8 / 8

Quarto Estação de Caminhos-de-Ferro

Pode Aveiro caber em dois pisos e 400 metros quadrados? No pequeno hotel aberto em fevereiro na cidade da ria, o Histórias por Metro Quadrado, cabem oito quartos temáticos, cada um a contar uma história. O alojamento é a concretização de um sonho de Maria João Lincho, aveirense de 44 anos, que sempre teve “paixão pela restauração”, gosto pelo “contacto com pessoas e por conhecer novas culturas”. O edifício, um armazém da alfândega ao abandono, foi completamente restaurado e, além do pequeno hotel que ocupa o primeiro e o segundo piso, viu nascer também o restaurante Armazém da Alfândega, no rés-do-chão.

Os oito quartos (quatro no primeiro piso e outros quatro no segundo) têm nomes e decoração de interiores – feita em parceria com alunos finalistas da Escola Superior de Arte e Design (ESAD) – que facilmente nos remetem para Aveiro. O dos ovos-moles é amarelo, como convém, e o único com varanda com vista para o Jardim do Rossio e o canal central da ria. O da Costa Nova tem as riscas a fazer lembrar os palheiros onde os pescadores guardavam as redes e materiais de pesca. Há ainda o Museu de Santa Joana, o da Estação de Caminhos-de-Ferro, o Casa Major Pessoa, o Fábrica Jerónimo Campos e, finalmente, os das Marinha Grã-Caravela e Marinha Peijota, duas das marinhas de sal de Aveiro. Os corredores que conduzem aos quartos são mapas da cidade com alguns dos seus monumentos mais icónicos.

Maria João Lincho é a mentora do novo alojamento Histórias por metro Quadrado

Maria João Lincho é a mentora do novo alojamento Histórias por metro Quadrado

Lucilia Monteiro

“Os hóspedes precisam de aqui ficar oito dias para apreciar a alma de cada quarto”, sugere Maria João que desejava criar “um projeto diferente e muito personalizado”. Para aqui, foi trazendo ideias das muitas viagens que faz. “É um trabalho muito empírico, de paixão”, diz. E isso nota-se nos detalhes. Basta reparar na linha de almofadas e fundos de cama que a estilista Cláudia Garrido criou para o hotel (que mais tarde, poderão vir a ser comercializados). Ou no pequeno-almoço, servido no restaurante no rés-do-chão que chega dentro de uma caixa de madeira – a fazer lembrar as caixas de fruta – com sumos naturais, compota, queijo, pão, croissant, folhado de maçã e noz, pastel de nata e iogurte natural com coulis de frutos vermelhos.

Histórias por Metro Quadrado > Tv. do Rossio, 1, Aveiro > T. 234 420 289 > a partir €67,50 com pequeno almoço