Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Myo Design House: esta guesthouse é a alegria da Rua das Flores, no Porto

Escapar

  • 333

Lá dentro, reina o mobiliário português ao estilo escandinavo e um serviço feito à medida dos hóspedes. Já das janelas e varandas da Myo Design House, vê-se o Porto a passear ao ritmo dos turistas

A Myo Design House, uma guesthouse com quatro apartamentos, fica na Rua das Flores, uma das artérias mais turísticas do Porto

A Myo Design House, uma guesthouse com quatro apartamentos, fica na Rua das Flores, uma das artérias mais turísticas do Porto

Quando, em 2011, o gestor Bernardo Macedo adquiriu um edifício do século XIX, em ruínas, na Rua das Flores, no Porto, já suspeitava que esta se fosse tornar uma das artérias mais turísticas da cidade. Seis anos depois, no passado mês de abril, inaugurou ali a Myo Design House, uma guesthouse com quatro apartamentos, nascida de uma profunda renovação do prédio onde chegou a funcionar o Hospital/Albergaria D. Lopo de Almeida. Desse tempo, o arquiteto italiano Salvatore Pirisi conservou o arco em pedra no corredor da entrada, e também a traça da fachada e a pedra na parede junto às janelas. Nos quatro pisos, foram feitos quatro apartamentos T1 (S. Bento, D. Luís, Ribeira e Clérigos), dando atenção cuidada aos detalhes. O mobiliário é da autoria de Leonor Macedo, filha de Bernardo Macedo, que se “inspirou nas novas tendências do mobiliário escandinavo” e produziu todas as peças em Portugal.

Daí que o nome da Myo Design House não pudesse ser outro, explicam. Além de nos querer fazer sentir “como em casa”, a guesthouse procura oferecer um serviço personalizado, desde o pequeno-almoço, à medida de cada cliente e entregue pela Breakfast Calling (incluído na tarifa do alojamento), aos produtos de mercearia que ali podem ser deixados se o cliente solicitar ou à opção de babysitting. “É como um serviço de concierge”, sublinha Joana Lemos, que recebe os clientes. Em cada um dos apartamentos há outros mimos – vinho de mesa do Douro, fruta, água, bolachas caseiras, café –, jogos a pensar nos mais jovens, uma playlist de música que pode ser descarregada e livros (em cima da mesa de uma das salas repousava Douro – Rio, Gente e Vinho, de António Barreto). O design salta à vista em cada recanto e, nas paredes, estão ilustrações de alunos da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, com a cidade como tema (e cuja venda reverte para os autores).

Quem pernoitar no apartamento Clérigos, no 4º piso, terá um terraço só para si, de onde se avista parte da Sé e da Torre que lhe dá o nome. Já das varandas ou janelas dos restantes pisos, todas virados para a Rua das Flores, vê-se o Porto, cada vez mais multilingue, em ritmo de férias e passeio.

No rés do chão do edifício da Myo Design House, abrirá, em breve, o restaurante Grow, responsabilidade de Leonor Macedo, gestora hoteleira e filha do proprietário da guesthouse, e também a autora de todo o mobiliário da Myo Design.

Myo Design House > R. das Flores, Porto > T. 91 393 6397/ 91 393 6438 > €165 a €250