Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

PortoBay Marquês: Uma casa no meio da cidade

Escapar

  • 333

No centro de Lisboa nasceu um hotel com 32 quartos comunicantes para estadas em família e 22 suítes juniores para três pessoas

Do lado de fora, o PortoBay Marquês mais parece um boutique hotel parisiense: toldos pretos por cima das janelas, a contrastar com a fachada pintada de azul-claro, a esplanada exterior, onde é possível tomar um café ou um chocolate quente. Estamos no centro de Lisboa, muito perto da Avenida da Liberdade e do Marquês de Pombal. O edifício é o mesmo do antigo Aviz que, depois de obras de remodelação profundas, foi transformado num hotel citadino de quatro estrelas, que soube aproveitar todos os recantos do edifício. Foi assim que conseguiu ganhar, no último andar, onde a vista alcança a Margem Sul e o Castelo de São Jorge, uma piscina aquecida com jatos de água e um solário com algumas espreguiçadeiras. No piso de baixo, um ginásio (pequeno, mas com luz natural, sauna e banho turco) e ainda o Bar de Cima.

O PortoBay Marquês é a segunda unidade hoteleira em Lisboa da cadeia madeirense PortoBay Hotels & Resorts. Abriu portas em meados de maio, sob o lema “home is also a feeling” (qualquer coisa como “a casa é também um sentimento”). “Isto quer dizer que queremos que os nossos hóspedes se sintam como se estivessem em casa, confortáveis e com todas as comodidades”, explica Sílvia Rio, diretora do hotel. Para isso, contribuiu a informalidade das áreas, com a receção a servir de sala de estar, com direito a estante com livros, e o Bar de Baixo, a funcionar entre as 10 e 30 e as 23 e 30, que tanto serve bebidas e snacks nos lugares ao balcão como na área comum ou na esplanada exterior (nas mesas há um dispositivo eletrónico que permite chamar o empregado e pedir a conta sem sair do lugar). Dos 72 quartos existentes, 32 são comunicantes, para estadas em família (fecha-se a porta comum aos quartos e estes quase que se transformam num apartamento), e 22 são suítes juniores, com capacidade para três pessoas. As suítes estão equipadas com uma zona de wet bar, que inclui micro-ondas, máquina lava-louça, frigorífico, chá e café (nos outros quartos, a pedido, também é possível ter, por exemplo, micro-ondas). É com este tipo de serviços, e uma localização privilegiada, que o PortoBay Marquês quer cativar os hóspedes, portugueses ou estrangeiros. Porque se pode estar em casa em qualquer parte do mundo.

O restaurante Trato 32 está aberto ao público e serve pequenos-almoços (€15 por pessoa), almoços e jantares. A carta tem sugestões como fatias de novilho marinadas em azeite e temperos mediterrânicos com parmesão (na foto, €11,50), linguini com sapateira (€12,90) ou risoto de polvo e camarão (€12,90)

O Bar de Baixo, a funcionar entre as 10 e 30 e as 23 e 30, tanto serve bebidas e snacks nos lugares ao balcão como na área comum, ou na esplanada exterior

O Bar de Baixo, a funcionar entre as 10 e 30 e as 23 e 30, tanto serve bebidas e snacks nos lugares ao balcão como na área comum, ou na esplanada exterior

Henrique Seruca

PortoBay Marquês > R. Duque de Palmela, 32, Lisboa > T. 21 003 2700 > a partir de €120