Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

"Once upon a time", assim começa a história entre a Vista Alegre e a Boca do Lobo

Comprar

A edição limitada de um cabinet, revestido a triângulos de porcelana, pintados à mão, marca o primeiro capítulo da parceria entre as duas marcas de luxo, celebrando o saber fazer português

A apresentação da peça "Once upon a time" decorreu na sala de pintura do Museu da Vista Alegre, em Ílhavo

A apresentação da peça "Once upon a time" decorreu na sala de pintura do Museu da Vista Alegre, em Ílhavo

Lucília Monteiro

É uma peça icónica, integralmente manufaturada e limitada a oito exemplares, a selar a parceria entre a Vista Alegre e a Boca do Lobo, duas das marcas portuguesas com maior projeção internacional. A entrada da empresa centenária de porcelana, cristal e vidro no mercado do mobiliário de luxo começa, simbolicamente, com Once upon a time. “O nosso caminho será, cada vez mais, o lifestyle, que faça sentido dentro daquilo que é o nosso perfil”, disse Nuno Barra, administrador da Vista Alegre, durante a apresentação à imprensa, na fábrica de Ílhavo. “A ligação com a Boca do Lobo é para continuar, não só em edições limitadas, mas também em mobiliário corrente, com porcelana ou cristal desenhados especificamente para o efeito”, acrescentou.

A parceria celebrou-se com o lançamento de um bestseller da Boca do Lobo, o cabinet Pixel, desenhado por Marco Costa, adaptado a um móvel de bar, substituindo-se o revestimento original, em madeira, por triângulos em cerâmica. Ao todo, 1 090, minuciosamente decorados por três pintores da Vista Alegre ao longo de mais de 500 horas (a colagem, feita como um puzzle, terá demorado outro tanto). A pintura, inspirada nas talhas de cerâmica antigas da autoria de Palmiro Peixe, um dos mais conceituados mestres da Vista Alegre, expostas no museu da marca , em Ílhavo , tem uma vibração oriental, com aves mitológicas chinesas e peónias a envolver o móvel, passando do azul cobalto a outras cores intensas. Os pés do cabinet, em inox, também foram alterados, para suportar melhor o peso.

No interior, revestido a veludo azul, guarda-se um serviço de 12 copos de cristal de qualidade superior, desenvolvido por Diana Borges, do VA Studio (o gabinete de design interno da Vista Alegre). “A inspiração foi a geometria do próprio móvel, acrescentando-se na base dos copos o desenho de flores, todas diferentes, e o pormenor de platina no rebordo”, descreveu a designer. Todas as peças foram sopradas, lapidadas, gravadas e pintadas à mão. Pormenores que selam este tributo aos artesãos portugueses, valorizando aquilo que nos diferencia.

Once upon a time > edição limitada a oito exemplares, €45 000

O interior, revestido a veludo azul, guarda o serviço de copos de cristal

O interior, revestido a veludo azul, guarda o serviço de copos de cristal

Lucília Monteiro