Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

A loja de bicicletas e surf Chelo Coast House, em Matosinhos, é uma casa de praia na cidade

Comprar

Inspirada em várias viagens pelo mundo, esta loja com vista para o mar alia o design, as bicicletas e o surf a um estilo de vida saudável

Em breve, a Chelo terá um programa com atividades mais ou menos radicais, como aulas de surf, caminhadas, almoços seguidos de sesta, passeios de jipe e escalada

Em breve, a Chelo terá um programa com atividades mais ou menos radicais, como aulas de surf, caminhadas, almoços seguidos de sesta, passeios de jipe e escalada

Ricardo Castelo/NFACTOS

O mar não se avista da entrada, 
mas está bem próximo. Para ver os surfistas, basta espreitar pelas janelas voltadas a sul, junto às quais há um banco corrido e almofadas coloridas 
a pedir dias longos e preguiçosos. 
É com um estilo descontraído e o espírito ativista de quem está atento à defesa do planeta que Marie Lenormand e Marcelo Pizarro acabam 
de abrir a Chelo Coast House, em Matosinhos. Inspirada nas suas viagens pelo mundo e na paixão do casal por ondas e bicicletas, esta “casa da praia” é mais do que uma loja. Aqui, cabem 
a oficina, de uso gratuito, a cafetaria, de opções saudáveis, claro, e o surf. Foi depois de um mês 
a viajar pela costa europeia, desde França até Lisboa, que o casal se rendeu à boa onda de Matosinhos, onde diz ter encontrado “uma das melhores praias para aprender a surfar”.

A francesa Marie e o chileno Marcelo instalaram-se na cidade há mais de um ano, 
reuniram uma equipa de artesãos e, em simultâneo com a abertura da loja, lançaram a Chelo Cycle, marca de bicicletas com design exclusivo. A pensar nos utilizadores diários e nos de fim de semana, nos adeptos de passeio ou da velocidade, há dez modelos disponíveis (a partir de €2000). Todos podem ser personalizados. “É uma bicicleta para toda a vida, feita ao gosto do cliente”, garante Marcelo. Mais do que vender, querem promover a sua utilização. A pedalada vai além de modelos novos e inclui a velhinha pasteleira do avô, que qualquer pessoa pode trazer e arranjar na oficina. Marcelo dá as dicas, ensinando os clientes a mexer, apertar e reparar. “Isso muda a relação que se tem com a bicicleta”, nota.

Além de mil e um acessórios, a loja tem peças de artesãos nacionais, como as pranchas feitas à mão da Feelflows. Estão também disponíveis as coleções da Patagónia, a marca norte-americana de roupa desportiva que criou o primeiro fato de surf sem neoprene, e por isso sem petróleo (a partir de €400), e que é desde sempre muito ativa em relação à defesa do meio ambiente, tal como Marie e Marcelo. O casal vai ainda “ajudar” os clientes a dar outra vida a peças de roupa que já não usem. 
O conceito sustentável abrange também a decoração minimalista com mobiliário artesanal de madeira e peças de vime, onde sobressaem o longo balcão, a mesa comunitária e os bancos à janela. “É um lugar para descontrair, onde até se pode dormir a sesta.” Nas calmas.

Ricardo Castelo/NFACTOS

Chelo Coast House > Av. da República, 127, Matosinhos > T. 92 024 4503 > ter-dom 10h-19h