Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

A Mango dos Restauradores, em Lisboa, está um passo à frente

Comprar

A Mango da Praça dos Restauradores, a nova loja da marca de roupa espanhola em Lisboa, será a primeira a receber as novidades, tem peças exclusivas e provadores inteligentes (nós também não conhecíamos, mas fomos testar)

A nova Mango tem interior em cimento pontuado por plantas e sofás de veludo, e, ao centro, uma escada pintada de preto que é a coluna vertebral da loja

A nova Mango tem interior em cimento pontuado por plantas e sofás de veludo, e, ao centro, uma escada pintada de preto que é a coluna vertebral da loja

JOSEHEVIA

Estamos na Praça dos Restauradores, em Lisboa, e damos por nós a pensar que ali, a dois passos, existem três lojas da Mango: uma na Avenida da Liberdade, outra na Rua Augusta e outra ainda na Rua do Carmo. Todas com a sua própria clientela, justifica a marca de roupa catalã, que abre agora uma flagship – loja bandeira, numa tradução livre. Para afirmar que estes mil metros quadrados de área são os primeiros a receber novidades a cada 15 dias, avanços de temporada e peças exclusivas das coleções para mulher, homem e criança, desenhadas a partir de Barcelona.

A ideia, acrescentam de lá, é aproximar a forma como se compra em loja e no site, numa altura em que as vendas online crescem a dois dígitos. Com a vantagem, dizemos nós, de que na loja pode experimentar a camisola, o casaco ou as botas – em provadores inteligentes, já lá iremos.

A Mango dos Restauradores ocupa a antiga Loja do Cidadão no edifício Éden, projeto de Cassiano Branco, interior em cimento pontuado por plantas e sofás de veludo, e, ao centro, uma escada pintada de preto que é a coluna vertebral da loja. No piso térreo, está a roupa de festa para senhora, malas e acessórios, e ainda peças da linha Premium, laboratório de tendências que neste inverno se inspira na moda dos finais dos anos 80, princípios dos 90, e aposta tudo no veludo, na seda e no cetim, na napa e na camurça, no tom cru da lã e no preto combinados com vermelho-coral e verde-esmeralda.

A secção de homem ocupa o piso de cima, onde está toda a coleção, com destaque para a alfaiataria. E no piso de baixo, a secção de criança e mais outra de senhora 
(a linha de mulher representa 85% da faturação da empresa). É aqui que decidimos testar o que nenhuma outra loja da Mango tem por cá: os provadores inteligentes. Não, ainda não fazem comentários ao traje escolhido. A designação serve para dizer que, ao encostar o código de barras de uma peça ao espelho, este transforma-se num ecrã tátil, onde ficamos a saber em que cores existe a peça, podemos pedir outro número ou ver, por exemplo, que mala, sapatos ou casaco vão bem com as calças que estamos a experimentar. Os pedidos são enviados para os smartwatches dos funcionários que, em poucos minutos, nos entregam o pretendido. E assim já não precisamos de pôr a cabeça fora do provador para pedir ajuda, ou de nos vestir quando não há funcionários por perto.

Portugal foi o país escolhido pela Mango para abrir a sua primeira loja fora de Espanha. Foi há 25 anos, em Coimbra. Em 2017, a marca inaugurou duas grandes lojas em Lisboa – no Chiado, em fevereiro, e nos Restauradores, no final de novembro – e uma mais pequena, no novo Mar Shopping, em Loulé, somando no total 55 lojas no nosso país.

A Mango dos Restauradores ocupa a antiga Loja do Cidadão no edifício Éden, projeto de Cassiano Branco

A Mango dos Restauradores ocupa a antiga Loja do Cidadão no edifício Éden, projeto de Cassiano Branco

JOSEHEVIA

Mango > Pç. dos Restauradores, 18-24, Lisboa > T. 21 053 7336 > seg-sáb 10h-20h (durante o mês de dezembro abre ao domingo)