Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Alrac, uma questão de nariz

Comprar

  • 333

A alta perfumaria chegou ao Porto, e é um consolo para os olfatos mais apurados. “Quero recuperar o glamour de outros tempos”, diz Carla Silva, a proprietária da Alrac, a nova loja na zona do Aviz

Rui Duarte Silva

Os primeiros contactos com as marcas de perfumaria de autor não foram fáceis, apesar de a maioria não ter qualquer representação no Porto. Só quando Carla Silva, a proprietária da Alrac, lhes fez chegar imagens da loja do Aviz, decorada por Pedro Mourão, e lhes falou do interesse de longa data por esta área, é que as portas começaram a abrir-se. “São muito criteriosas quanto à escolha dos locais onde põem os produtos e este sítio espelha aquilo que vende”, explica Carla. As cores fortes, os móveis étnicos e a iluminação cuidada constroem o ambiente de uma sala de estar requintada, um lugar onde é possível dar tempo ao olfato para descobrir estes aromas exclusivos.

Os admiradores deixam-se conquistar, não pelo design arrojado dos frascos (que é sóbrio) ou pelas campanhas publicitárias (que não costumam fazer), mas pela qualidade das essências. Carla sempre teve um fascínio pelas histórias que estão por detrás dos perfumes adquiridos em viagens. Desde as fragrâncias intensas da Amouage, guardadas pela família real de Omã, às criações de diferentes gerações de perfumistas da The Different Company e ao classicismo da Mona di Orio, tratam-se de casas com coleções pequenas, que não olham a meios para atingir o resultado pretendido. “Vejo-me como uma cliente, o que tenho à venda já experimentei e tem resultados comprovados”, diz. E com preços para todos os bolsos, garante, dos €5 aos 800 euros.

A Alrac também tem perfumes para casas (como as velas da Onno e da Joya Studio), cosmética de marcas de topo como Sensai, Erno Laszlo, Alessandra (só para pés e mãos), Cellex-C (para tratamentos específicos da pele) e Collistar, ou maquilhagem da By Terry. Tudo a afasta das grandes superfícies, até o atendimento conhecedor. “As perfumarias começaram a banalizar-se e quero recuperar o glamour de outros tempos”, defende Carla Silva. Em que os perfumes são tratados como joias.

Para além de dispor de serviço de maquilhagem, a Alrac tem ainda dois gabinetes privados: um para tratamentos de mãos e de pés, outro para tratamentos de rosto, corpo e massagens.

Alrac > R. Pedro Homem de Mello, 389, Porto > T. 22 617 8036 > seg 15h-19h30, ter-sáb 10h-13h, 15h-19h30