Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Narizes apurados na Embassy – Niche Perfumery

Comprar

  • 333

A Embassy – Niche Perfumery, em Lisboa, tem perfumes para todos os olfatos. É ir de “de mente aberta e estar disponível para experimentar aromas diferentes”, avisa o responsável da loja, Ricardo Claudino

Soleil de Jeddah, um dos perfumes de Stephane Humbert Lucas, pintor, poeta e perfumista que transpôs o seu fascínio pela cultura do Médio Oriente para as suas criações

Soleil de Jeddah, um dos perfumes de Stephane Humbert Lucas, pintor, poeta e perfumista que transpôs o seu fascínio pela cultura do Médio Oriente para as suas criações

Mário João

Para comprar na Embassy – Niche Perfumery não é preciso ser um “nariz” experiente. O que diz Ricardo Claudino, o responsável por esta nova perfumaria em Lisboa, é que “tem que se vir de mente aberta e estar disponível para experimentar aromas diferentes”. A razão é simples: aqui só se vendem perfumes de marcas exclusivas, produzidas em pequena escala, fora do circuito comercial, e que se diferenciam, essencialmente, pelos aromas raros que produzem.

A decoração da Embassy é feita de espelhos e com um sofá de veludo vermelho escuro, para dar destaque aos frascos de perfumes franceses, ingleses, suíços e italianos. 
A oferta quer agradar a todos os olfatos e bolsas, porque o facto de ser de nicho não quer dizer que seja inacessível (os preços começam nos €79).

Ricardo Claudino é um apaixonado por perfumes. “Há pessoas que quando viajam visitam igrejas, eu vou a perfumarias”, conta. Com base no seu conhecimento, compôs o portefólio de abertura da Embassy, do qual fazem parte a linha de extratos da James Heeley, que funde a perfumaria francesa com a inglesa; os perfumes densos de Stephane Humbert Lucas, pintor, poeta e perfumista que transpôs o seu fascínio pela cultura do Médio Oriente para as suas criações; a Beaufort, marca do baterista dos Prodigy Leo Crabtree, que produz aromas inspirados no mar; a Tauer, uma pequena casa suíça que faz perfumes de forma artesanal.

É só escolher o aroma e seguir-lhe o rasto, do oud e do fumo ao âmbar e à gardénia.

“Há pessoas que quando viajam visitam igrejas, eu vou a perfumarias”, conta Ricardo Claudino, o responsável por esta nova perfumaria em Lisboa

“Há pessoas que quando viajam visitam igrejas, eu vou a perfumarias”, conta Ricardo Claudino, o responsável por esta nova perfumaria em Lisboa

Mário João

Embassy – Niche Perfumery > R. Rodrigues Sampaio, 89, Lisboa > 
T. 21 249 2226 > seg-sáb 10h30-19h30