Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

A 'Greetings From Edison' é uma ode aos carimbos

Comprar

  • 333

Os carimbos de Filipa Neves podem servir para marcar um livro, um cartão de visita, um convite de casamento e até como presente original. Ela desenha carimbos à medida

Comece-se por dizer que quem assina o texto tem gosto especial por carimbos. E que quando, nas suas deambulações pelo Instagram, lhe apareceu como sugestão a Greetings from Edison, resolveu espreitar. Assim chegámos a Filipa Neves, que encontrou nos carimbos uma forma de dar asas à criatividade, contou-nos depois esta designer de comunicação. Filipa comenta que a Greetings from Edison é o seu recreio. Ou uma forma divertida de fazer trabalhos seus, de desenho e ilustração, fora do computador, ferramenta diária de quem trabalha em design digital.

Entre os cartões de visita, logótipos e outras encomendas que já recebeu, “sobretudo de quem tem pequenos negócios”, Filipa Neves destaca uma. O de uma professora de inglês do primeiro ciclo que queria uns carimbos para pôr nos testes dos alunos como forma de os motivar. Às quatro frases de incentivo, Filipa juntou-lhes “umas bonecadas” e assim nasceu um carimbo em forma de cubo. “O que me dá mais gozo é a ilustração, porque o resto é trabalho de artesã”, nota. “O linóleo é o material que se usa habitualmente para gravar as imagens, mas não gosto particularmente. Prefiro trabalhar com uma borracha especial que colo depois às peças de madeira que mando fazer”, explica.

Filipa Neves garante que este é um projeto que vai levando devagar. “A ideia é dedicar-me mais a fazer criações minhas e experimentar outros materiais, como a madeira”, um “bichinho” que ficou de uma visita recente ao Japão, onde à entrada dos museus, dos templos e até nas estações de comboios, “há sempre um carimbo com uma imagem ou um dizer que os visitantes vão acumulando num bloco”, conta. “Ainda estou no início, mas é um caminho que me interessa explorar.”

O desenho do carimbo é gravado na borracha com as goivas, utilizadas também no entalhe da madeira. “É um trabalho manual que, não sendo perfeito – porque a letra ficou com uma pequena falha, por exemplo – torna as coisas mais genuínas”, descreve Filipa Neves.

Greetings From Edison > www.facebook.com/GreetingsFromEdison