Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

District, o novo edifício de escritórios e lazer do Porto

Comprar

  • 333

O antigo edifício do Governo Civil do Porto ganhou novos inquilinos e transformou-se no novo centro empresarial da cidade, o District – Offices and Lifestyle, onde os escritórios convivem com várias lojas

O novo centro empresarial do Porto recuperou o edifício onde já funcionou o Governo Civil e o Comando Metropolitano da PSP
1 / 10

O novo centro empresarial do Porto recuperou o edifício onde já funcionou o Governo Civil e o Comando Metropolitano da PSP

Lucília Monteiro

Á entrada, fica o quiosque de venda de revistas e jornais de Emília Magalhães
2 / 10

Á entrada, fica o quiosque de venda de revistas e jornais de Emília Magalhães

Lucília Monteiro

O Maria Café abre ao público logo pela manhã, para o pequeno-almoço, servindo desde iogurte com granola a refeições ligeiras ao longo de todo o dia
3 / 10

O Maria Café abre ao público logo pela manhã, para o pequeno-almoço, servindo desde iogurte com granola a refeições ligeiras ao longo de todo o dia

Lucília Monteiro

A marca de sapatos de luxo Guava, de Inês Caleiro e Alexandra Fala, tem aqui o ateliê e showroom
4 / 10

A marca de sapatos de luxo Guava, de Inês Caleiro e Alexandra Fala, tem aqui o ateliê e showroom

Lucília Monteiro

A Life Urban Store vende desde relógios de madeira da Wewood, bijuteria em aço da Anartxy, a malas da Flatt
5 / 10

A Life Urban Store vende desde relógios de madeira da Wewood, bijuteria em aço da Anartxy, a malas da Flatt

Lucília Monteiro

Entre os escritórios, encontram-se lojas de decoração como a Happy House que saiu da Boavista para ocupar o District
6 / 10

Entre os escritórios, encontram-se lojas de decoração como a Happy House que saiu da Boavista para ocupar o District

Lucília Monteiro

A loja de moda da L'Bouvardia
7 / 10

A loja de moda da L'Bouvardia

Lucília Monteiro

A District acolhe a nova loja da Geada que se encontrava em Miguel Bombarda
8 / 10

A District acolhe a nova loja da Geada que se encontrava em Miguel Bombarda

Lucília Monteiro

As zonas comuns e de lazer do District foram decoradas pela Empatias
9 / 10

As zonas comuns e de lazer do District foram decoradas pela Empatias

Lucília Monteiro

As salas de reuniões podem ser alugadas a partir €10/hora
10 / 10

As salas de reuniões podem ser alugadas a partir €10/hora

Lucília Monteiro

Sente-se alguma nostalgia ao entrar no sítio onde outrora (quase) todos os jornalistas se lembram de “ir à polícia”, uma das primeiras tarefas de início da profissão, em busca de informações sobre esta ou aquela ocorrência. Outra vida nasceu (e ainda bem) no edifício, abandonado há anos, onde funcionou o Governo Civil e o Comando Metropolitano da PSP e que agora reabriu como o maior centro empresarial do Porto: o District – Offices and Lifestyle.

O quiosque de revistas e jornais, no átrio, é um dos primeiros exemplos da mudança. E logo aí somos contagiados pela simpatia de Emília Magalhães que, antigamente, já ali “entregava jornais aos clientes polícias”. 
À esquerda, a cafetaria Maria Porto serve-nos café e uma mesa bem-posta, com iogurte, granola e morangos, queijo fresco, mel e amêndoas.

No átrio, a escadaria de pedra faz a ligação aos três pisos onde convivem várias lojas e 60 escritórios – há 50 empresas a funcionar (40 em lista de espera), de tecnologia, arquitetura, design, moda – onde se mantiveram os azulejos, o antigo vitral da PSP e as dezenas de portas de madeira. “Temos gente nova que trabalha daqui para o mundo”, conta André Ferreira, um dos responsáveis pelo grupo Endutex, que adquiriu e recuperou o edifício que pretende ser a nova “centralidade de lazer” da Baixa. A Guava, marca de sapatos de luxo da designer Inês Caleiro, é um dos projetos a combinar ateliê com showroom.

Nos antigos gabinetes da PSP, nasceram diferentes lojas como o cabeleireiro All you Need, A Barraquinha (artesanato), a GeAdA (malhas), L'Bouvardia (roupa), Life Urban Store (óculos e relógios), Happy House (decoração) e, em breve, O Bag (malas). Além de outros serviços que tanto querem atrair o público como quem aqui trabalha, como as aulas de ioga e meditação da Yôga & Co. A Empatias decorou as zonas comuns como um cowork com seis postos de trabalho (€150/mês), o auditório, as quatro salas de reuniões (podem ser alugadas a partir €10/hora). Numa delas, está escrita a frase “together everyone achieves more”. “Juntos todos conseguimos mais”, pois.

Só em março ficará pronta toda a zona de restauração do District. Entre as novidades, um restaurante de comida japonesa de Ruy Leão e um bar de cocktails do mítico Pinguim Café.

District – Offices and Lifestyle Porto > R. Augusto Rosa, 39, Porto > T. 96 614 1787 > seg-dom 12h-20h