Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Bordallo Pinheiro: Uma loja para o mestre

Comprar

  • 333

Na Avenida Guerra Junqueiro, em Lisboa, há andorinhas nas paredes, multiplicam-se as folhas e as couves nas prateleiras e um novo cardume está prestes a dar à costa

Mafalda Basto, descendente do fundador da Vista Alegre, é a responsável pela nova loja Bordallo Pinheiro, em Lisboa

Mafalda Basto, descendente do fundador da Vista Alegre, é a responsável pela nova loja Bordallo Pinheiro, em Lisboa

Mário João

Se dúvidas existirem sobre como usar as frutas e legumes de faiança, idealizados por Bordalo Pinheiro, Mafalda Basto prontifica-se a ajudar com uma receita culinária para cada uma das peças. Descendente do fundador da Vista Alegre, José Ferreira Pinto Basto, trabalha há 22 anos no grupo Visabeira e nem hesitou quando o administrador Nuno Barra a convidou para ser responsável da nova Bordallo Pinheiro, em Lisboa, a primeira loja a reunir todo o legado do mestre.

Discreta, mesmo ao lado da pastelaria Mexicana, na Avenida Guerra Junqueiro, tem na montra meloas, abóboras, pimentos, cogumelos e melancias. Uma mistura de formas e cores que convida a entrar. Tanto a vertente naturalista como a cor são as características apontadas pelo administrador para o trabalho do mestre se manter tão atual. O mais recente serviço da Bordallo Pinheiro, o da melancia, e o “Rua Nova” (inspirado na azulejaria portuguesa) ganharam, em julho, distinções nos German Design Awards, atribuídos há mais de 60 anos pelo Conselho Alemão do Design.

No interior da loja, há andorinhas pretas nas paredes verdes e um balcão forrado a azulejos com rãs, iluminado por terrinas de couve adaptadas a candeeiros. Nas prateleiras, espalham-se Figurões, couves, folhas, ananases, morangos, beringelas e sardinhas, muitas sardinhas. Em breve, chegarão 22 “Peixes e Mariscos à la Bordallo”, uma representação do mundo marinho no seu melhor. Por enquanto, são as peças utilitárias, como jarros, travessas e taças, que mais se vendem.

Aqui também têm chegado muitos pedidos para reparações de peças e até reproduções de clássicos – e, acredite-se, quase sempre há solução. Até ao final do ano, estará à venda uma coleção com artistas do mundo inteiro, que inclui Alexandre Herchcovitch, o rebelde estilista brasileiro. O futuro passa sem dúvida pela Bordallo.

Na nova loja de Lisboa vende-se a coleção de sardinhas desenhadas por artistas. Como La Sardine do Golaço, criada pelo ilustrador Nuno Saraiva, que homenageia a seleção nacional, campeã europeia de futebol

Na nova loja de Lisboa vende-se a coleção de sardinhas desenhadas por artistas. Como La Sardine do Golaço, criada pelo ilustrador Nuno Saraiva, que homenageia a seleção nacional, campeã europeia de futebol

Bordallo Pinheiro > Av. Guerra Junqueiro, 28D, Lisboa > T. 21 842 8718, 96 229 2801 > seg-sáb 10h-19h