Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Elle MacPherson tem uma nova linha de lingerie – chama-se Body, pois

Comprar

  • 333

A provar que tudo o que se veste por dentro é tão ou mais importante do que o que se veste por fora, a antiga supermodelo australiana Elle MacPherson acaba de lançar uma coleção de lingerie com o soutien que diz ser o soutien perfeito. Porque, como explica, “o verdadeiro luxo é o conforto e o estilo”

A campanha da Elle MacPherson Body foi feita com a modelo dinamarquesa Kirstin Liljegren e fotografada por Gilles Bensimon, um dos ex-maridos de Elle MacPherson

A campanha da Elle MacPherson Body foi feita com a modelo dinamarquesa Kirstin Liljegren e fotografada por Gilles Bensimon, um dos ex-maridos de Elle MacPherson

Foi uma das supermodelos dos anos 80 e o seu físico escultural valeu-lhe a alcunha de The Body (em português, “o corpo”). Aos 52 anos e com dois filhos, Elle MacPherson continua em forma e a mostrar que sabe o que faz quando o assunto é moda. A sua nova linha de lingerie chama-se Elle MacPherson Body acaba de ser lançada e começa agora a aparecer em lojas selecionadas, como a Selfridges, Net-a-Porter, House of Fraser, Harvey Nichols e Harrods (a partir das quais é possível encomendar a partir de Portugal).

"Vi muita moda para formar esta paleta de cores", diz Elle MacPherson

"Vi muita moda para formar esta paleta de cores", diz Elle MacPherson

Esta não é a primeira incursão da manequim australiana no mundo dos negócios e da lingerie. Em 1990, com apenas 26 anos, MacPherson lançou a coleção Intimates, em parceria com a marca neozelandesa Bendon Limited Apparel (um êxito de vendas na Austrália e o Reino Unido, por exemplo). O negócio acabou por se desfazer em 2014 e a modelo alemã Heidi Klum tomou o seu lugar.

Agora, Elle MacPherson regressa com uma nova parceria, o empresário australiano Simon de Winter. O resultado está à vista: Body é uma coleção moderna, de silhuetas fortes e arrojadas e cores inesperadas como o ginger (um alaranjado), o shell (um branco-sujo), o sand (areia) ou o winetasting (grená). Ao jornal inglês The Guardian, Elle MacPherson diz ter visto “muita moda, para formar esta paleta de cores”. Encontrou, inclusive, algumas que não se notam por baixo da roupa. “Não quero que o meu soutien se veja debaixo da minha t-shirt branca, mas também não quero usar um soutien em tom nude. Por isso, temos um bonito tom esverdeado que desaparece debaixo do branco”, explica.

Alguns soutiens têm detalhes em ouro rosa

Alguns soutiens têm detalhes em ouro rosa

Os soutiens foram desenhados com copas em triângulo, estilo balconette, com aros, desportivos ou push-up. Alguns têm detalhes em ouro rosa ou alças nas costas com cores a contrastar com as da parte da frente. A coleção inclui um leque muito variado de peças desenhadas para “serem vistas de todos os ângulos e fazer o corpo das mulheres parecer fantástico”, acrescenta na mesma entrevista ao The Guardian. Das cuecas mais clássicas, de cintura alta, ao estilo calção, tangas, até um modelo cavado a fazer lembrar os fatos-de-banho e biquínis com que a antiga modelo era fotograda no auge da sua carreira. Também existem bodies, que tanto podem ser usados como uma peça de lingerie ou à vista de todos com calças de ganga, por exemplo.

Uma coleção que pretende traduzir a ideia de que, como diz Elle MacPherson num vídeo de apresentação da marca, “o verdadeiro luxo é o conforto e o estilo”.

Aos 52 anos e com dois filhos, Elle MacPherson continua em forma e a mostrar que sabe o que faz quando o assunto é moda

Aos 52 anos e com dois filhos, Elle MacPherson continua em forma e a mostrar que sabe o que faz quando o assunto é moda

© JASON REDMOND/Reuters