Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

De manhã à noite, está-se bem no Seagull Method Café, em Lisboa

Comer e beber

Em Lisboa, o bairro do Príncipe Real ganhou um novo café. O Seagull Method Café recebe quem procura pequenos-almoços reforçados, comida simples, trabalhar ao computador. E ainda quem gosta de andar com o cão atrás

As panquecas, feitas com queijo cottage, servidas com caramelo caseiro e fruta, são uma receita tradicional da Ucrânia

As panquecas, feitas com queijo cottage, servidas com caramelo caseiro e fruta, são uma receita tradicional da Ucrânia

Numa confluência de ruas, de quem desce da Praça do Príncipe Real, sobe da Praça das Flores ou vem das artérias mais residenciais do bairro, nasceu, no final de junho, o Seagull Method Café, onde, durante vários anos, funcionou a Padaria Beira-Tejo. A morada escolhida pelo casal ucraniano, Hanna e Misha, para aumentar uma família da qual já faz parte o popular Heim Café, na Madragoa, foi o número 23 da Rua da Palmeira, com área pequena, mas aproveitada ao milímetro, na qual as janelas estão sempre abertas para a rua. “Este sítio é diferente do outro: é um all day café. É moderno, para gente relaxada”, sublinha a dona. Também serve pratos dignos de brunch, também é possível (e recomendável) passar para beber um café, também existem fichas para ligar o computador e aproveitar o wi-fi, mas é, acima de tudo, um restaurante de comida simples, pratos de inspiração internacionais, “que já fazíamos em casa, aqui servidos a preços democráticos”, acrescenta Hanna.

A viver em Lisboa há dois anos e meio, o casal divide-se entre a sala (Hanna) e a cozinha (Misha), depois de ter elaborado toda a parte de decoração. “O Misha fez as mesas, picámos as paredes e deixámos a cru; ao fundo temos uma parede branca para os clientes escreverem mensagens.” Por estes dias, leem-se coisas como: “Perfect food from lovely human beings” ou “Best pancakes ever” (traduzido à letra: “Comida perfeita feita por adoráveis seres humanos” e “As melhores panquecas de sempre”).

Se as panquecas são as melhores é difícil saber, mas originais são. Feitas com queijo cottage, servidas com caramelo caseiro e fruta (€5,90), são uma receita tradicional da Ucrânia, a par dos ovos cozidos com pita, iogurte e espargos (€6,70), do croissant com queijo e presunto (€3,50) ou da torrada francesa com fruta e molho de limão (€6,80), todos fazem parte do menu Breakfast e Brunch, servido das 9h às 16 horas. Do meio-dia às 23h, a cozinha apresenta pratos mais substanciais, como o carpaccio de tomate com burrata (€5,90), a salada niçoise de salmão (€9,90), a sanduíche de lulas fritas com aioli caseiro e bolo do caco (€9,90), o mac&cheese (€5,50), as almôndegas com polenta (€8,50) ou o fish & chips (€8,90). Para acompanhar, têm smoothies, como o pink, de morango, banana e leite de amêndoa (€4,50), alguns vinhos portugueses e cocktails simples, como gin com manjericão e limonada caseira (€6).

“Um lugar para amigos” é como gostam de definir o Seagull Method Café – um nome escolhido sem grande justificação, “porque não?”, diz Hanna –, em que aceitam reservas para jantar e, coisa ainda rara em Lisboa, também cães. Estavam lá três, no dia em que a VISÃO os visitou.

O Seagull Method Café é um 'all day café' e um restaurante de comida simples

O Seagull Method Café é um 'all day café' e um restaurante de comida simples

Seagull Method Café > R. da Palmeira, 23, Lisboa > T. 21 342 1232 > seg-dom 09h-23h