Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Taberna Albricoque, em Lisboa: Silêncio, que se vai cantar o fado e saborear iguarias algarvias

Comer e beber

Em Lisboa, na Taberna Albricoque, do chefe Bertílio Gomes, os jantares de quarta são especiais. Ali, o menu de degustação com sabores algarvios é acompanhado pelo fado do trio As Mariquinhas. Uma bela combinação

 Cavala com salada de batata, cebola e pimentos desidratados

Cavala com salada de batata, cebola e pimentos desidratados

Diana Tinoco

A tiborna de azeite com uvas, laranja e pão de trigo da padaria Gleba dá início ao menu preparado pelo chefe Bertílio Gomes, na Taberna Albricoque, ao lado da estação de comboios de Santa Apolónia, em Lisboa. “Queria servir um azeite no início da refeição, e escolhi um azeite e flor de sal de origem algarvia”, explica o chefe, com raízes em Albufeira e em Loulé. A cozinha da região mais a sul é, aliás, a grande aposta, um sonho antigo que Bertílio Gomes conseguiu concretizar neste novo restaurante, a ocupar uma antiga casa de pasto. “Trata-se, acima de tudo, de uma cozinha simples, dos poucos ingredientes, da matéria-prima vegetal e do mar de qualidade", sublinha.

Servido ao jantar à quarta-feira, noite dedicada aos fados com o trio feminino As Mariquinhas a animar o serão, o menu de degustação prossegue com uma salada com cinco variedades de tomate, cultivados na quinta Projecto Romã, perto de Palmela. No prato colorido, há ameixa negra, green elba, black cherry, cereja normal e tomate branco, tudo temperado com manjericão roxo e flor de sal. Já a muxama de atum, de textura macia, com salada montanheira, surpreende pelos sabores equilibrados.

Tártaro de carapau com folha de shisô

Tártaro de carapau com folha de shisô

Diana Tinoco

Ainda na categoria das entradas e dos peixes, apresentam-se o tártaro de carapau com folha de shisô; a cavala com salada de batata, cebola e pimentos desidratados e a canja de lingueirão. Enquanto aguardamos pelos pratos seguintes, somos informados pelo chefe Bertílio que se vai dar início à prometida noite de fados. Faz-se silêncio na sala, assim que as três cadeiras são ocupadas por Marta Rosa e Cláudia Leal (voz e viola) e Fernanda Maciel (guitarra portuguesa).

Depois de uma pausa, chegam à mesa os pratos principais: abrótea frita com tomatada e espinafres, e galinha cerejada com figos e amêndoas. Para finalizar, um misto de gelado e creme com frutos secos e a sobremesa citrinos, composta por biscuit de laranja e sorvete de tangerina. O menu de degustação custa 45 euros e inclui bebidas (água, vinhos e café).

"É, acima de tudo, uma cozinha simples, dos poucos ingredientes, da matéria-prima vegetal e do mar de qualidade", diz Bertílio Gomes sobre a cozinha algarvia, à prova na Taberna Albricoque, em Lisboa

"É, acima de tudo, uma cozinha simples, dos poucos ingredientes, da matéria-prima vegetal e do mar de qualidade", diz Bertílio Gomes sobre a cozinha algarvia, à prova na Taberna Albricoque, em Lisboa

Diana Tinoco

Taberna Albricoque > R. Caminhos de Ferro, 98, Lisboa > T. 96 349 1581 > ter 15h-23h, qua-sáb 12h-23h, dom 12h-18h > menu de degustação €45 (inclui fados)