Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Festival do Bacalhau: O "fiel amigo" está em festa no Jardim Oudinot, em Ílhavo

Comer e beber

O Festival do Bacalhau regressa a Ílhavo com provas e degustações, à boleia do "rei e senhor" da gastronomia portuguesa, até domingo, 11

No Festival servem-se pratos de bacalhau, como a feijoada de samos, as pataniscas ou a chora

No Festival servem-se pratos de bacalhau, como a feijoada de samos, as pataniscas ou a chora

Na Gafanha da Nazaré, celebra-se o “fiel amigo” até domingo, 11. É o Festival do Bacalhau, com dez tendas transformadas em restaurantes, no Jardim Oudinot, onde vão estar a ser servidos pratos de bacalhau, como a feijoada de samos, as pataniscas ou a chora. Esta 12ª edição tem como país convidado Itália, representado pela Imperia, comuna da região da Ligúria, que vem apresentar novas abordagens culinárias deste ingrediente essencial na gastronomia portuguesa. Para reforçar as boas práticas ambientais, em todo o recinto, os copos são reutilizáveis e não há palhinhas nem pratos de plástico, além de ser feita a recolha seletiva de resíduos.

Ir ao festival não se resume a sentar à mesa e, embora isso faça parte do ritual, no programa há showcookings, degustações, oficinas, teatro e circo de rua, uma mostra de artesanato e a Corrida mais Louca da Ria. No Navio-Museu Santo André, revivem-se histórias antigas da pesca do bacalhau. À noite, já se sabe, não falta a música com os concertos de GNR (8 ago), Raquel Tavares (9 ago), Dino D’Santiago e a Orquestra Filarmónica Gafanhense (10 ago) e, a fechar, a banda Paião, de tributo a Carlos Paião (11 ago), sempre às 22h30, no Palco Mar.

No Navio-Museu Santo André, revivem-se histórias antigas da pesca do bacalhau

No Navio-Museu Santo André, revivem-se histórias antigas da pesca do bacalhau

Festival do Bacalhau > Gafanha da Nazaré, Ílhavo > 7-11 ago, qui-dom 12h-15h, 19h-23h > grátis