Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Viva Creative Kitchen: Cozinha sem fogo no Largo de São Domingos, no Porto

Comer e beber

Hans e Nathalia Portela abriram, no Largo de São Domingos, um restaurante dedicado à cozinha a frio. O Viva Creative Kitchen é uma das novidades na Baixa do Porto, no triângulo que une este largo e as ruas Mouzinho da Silveira e das Flores, onde está tudo a acontecer. Leia a reportagem completa no tema de capa da VISÃO Se7e, esta quinta, 16, nas bancas

Hans e Nathalia Portela trocaram Miami pelo Porto, à procura de uma melhor qualidade de vida

Hans e Nathalia Portela trocaram Miami pelo Porto, à procura de uma melhor qualidade de vida

Fernando Veludo/NFactos

Hans Portela, 33 anos, e a mulher, Nathalia, 30 anos, chegaram ao Porto há pouco mais de um ano. Não conheciam a cidade, nem o país. De Portugal, o casal de brasileiros só tinha ouvido falar de Viseu, cidade-natal do pai de Hans, mas decidiram deixar Miami, nos Estados Unidos da América, onde passaram os últimos três anos a dirigir um restaurante mexicano, à procura de uma “melhor qualidade de vida”. Para trás ficou também São Paulo, no Brasil, onde nasceram e têm a família. A ideia inicial era dar continuidade à cozinha mexicana, mas quando encontraram o número 33 do Largo de São Domingos, mudaram de ideia. O lugar não tinha sistema de exaustão, o que impossibilitava a preparação das refeições ao lume.

Aberto em março, o Viva Creative Kitchen é um restaurante de “cozinha criativa moderna a frio”, diz Hans. Tem 18 lugares e uma ementa que convida à partilha. O pão de fermentação lenta, feito por Hans todos os dias de manhã, acompanha, por exemplo, o mix de dips – sardela e mousse de alcachofra trufada (€4,50), camembert fondue trufado com mel e alho (€6) e shakshouka (ovos escalfados em molho de tomate, pimentos vermelhos, especiarias e coentros, €8).

Burrata injetada com redução de vinho do Porto balsâmico e figos, lâminas de amêndoas e folhas

Burrata injetada com redução de vinho do Porto balsâmico e figos, lâminas de amêndoas e folhas

Fernando Veludo/NFactos

Mas há mais por onde escolher, como a burrata injetada com redução de vinho do Porto balsâmico e figos (€8,50), ou com trufas, mel com infusão de hibisco e pickles de rabanetes (€9). Sugerem-se ainda as bowls de atum ou de salmão crus, marinados, com base de arroz japonês (€10-€10,50), os tártaros de atum com abacate haas, de salmão ou de beterraba (€8-€9,50), ou as saladas (€8,50).

Nathalia é a responsável pelas sobremesas – em Miami chegou a ter uma empresa de catering de doces –, e vai alterando o menu consoante a época. No dia em que visitámos o Viva Creative Kitchen, tinha feito um bolo de abacaxi com coco (€6), sem açúcar e sem glúten; uma verrine de brownie com morangos (€6) e um parfais de amendoim (vegan) com ganache de chocolate (€6,50). “É uma cozinha com influências do mundo, desde a asiática à mexicana, e um pouco da brasileira”, resume Hans. Já sobre o Porto, o casal confessa-se conquistado “pelo clima e pela segurança” que encontraram na cidade.

Fernando Veludo/NFactos

Viva Creative Kitchen > Lg. de São Domingos, 33, Porto > T. 22 208 2126 > ter 18h-22h30, qua-dom 12h-15h, 18h-22h30