Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Pizza e vinho do Porto: Uma combinação improvável que deu em campeonato

Comer e beber

A primeira edição do All Stars Pizza Antonio Mezzero Trophy acontece nesta segunda, dia 19, no Palácio da Bolsa, no Porto, e junta dez dos melhores pizzaiolos do mundo a harmonizarem pizzas com vinhos do Porto e do Douro. Improvável? Talvez não

António Mezzero, italiano a viver em Portugal, foi o mentor deste campeonato

António Mezzero, italiano a viver em Portugal, foi o mentor deste campeonato

Miguel Oliveira

Como é que alguém se foi lembrar disto?, apetece logo perguntar para início de conversa. Foi do pizzaiolo António Mezzero (que este ano venceu o Campeonato do Mundo de Pizza Napolitana STG, em Nápoles, Itália) a ideia de criar o primeiro campeonato que harmonizará pizzas com vinhos do Porto e do Douro nesta segunda, dia 19, no Palácio da Bolsa, no Porto.

O All Stars Pizza António Mezzero Trophy vai pôr em disputa, ao longo de todo o dia, dez dos melhores pizzaiolos do mundo: o português Fernando Almeida, de Ponte da Barca (Campeão Nacional de Pizza Napolitana STG), o norte-americano Tony Gemignani (venceu por 12 vezes o campenato World Pizza), o jovem italiano Vicenzo Capuano, o argentino Pablo Gil, o búlgaro Radostin Kiryazov, o francês Albert Facciolo, o brasileiro Jaqueson Dichoff, o sueco Ali Chahrour, o espanhol Luís Garcés Maldonado e o polaco Oskar Matysik. “Só os melhores do mundo conseguem harmonizar pizza com vinhos”, admite o italiano António Mezzero, 36 anos, que, na carta da sua pizzaria homónima, em Matosinhos, tem quatro propostas de harmonizações com vinhos do Porto (a partir €22,50). São elas: a Passione (com mozzarella, alheira de caça e queijo de cabra curado), a Arte (mozzarella, cogumelos buletos, rúcula, parmesão, mortadela de Bolonha e pistachio), a Qualità (molho de tomate San Marzano e mozzarella de búfala DOP, burrata de búfala, ouro alimentar e manjericão) e, com sabor mais picante, a Peperoncina (mozzarella, salame picante, azeitonas, alho, parmesão, tomate semi-seco, manjericão e malagueta). O pizzaiolo lembra que os vinhos “limpam o palato dos sabores mais fortes da pizza”.

No campeonato, os dez pizzaiolos terão 15 minutos para confecionar a pizza num forno que veio de Itália, construído de propósito para o efeito, harmonizando-a com vinhos da Graham’s, Croft, Quinta da Pacheca, Quinta do Crasto, Casa Ferreirinha e Porto Ferreira (Sogrape). O júri, presidido pelo napolitano Sérgio Miccú, presidente da Associazione Pizzaiuoli Napoletani (APN), inclui o chefe de cozinha Tiago Bonito (uma Estrela Michelin, Largo do Paço, Casa da Calçada), o pizzaiolo Michele Mezzero, o enólogo Bento Amaral (Instituto do Vinho do Porto e Douro), o crítico gastronómico Fernando Brandão e a jornalista da SIC, Lúcia Gonçalves. Nos dois próximos anos, a organização ambiciona levar este campeonato até Milão (Itália) e Madrid (Espanha), com os vinhos do Porto e Douro, naturalmente.

All Stars Pizza Antonio Mezzero Trophy > Palácio da Bolsa, R. Ferreira Borges, Porto >19 nov, seg 11h-18h