Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Os bons sabores antigos no restaurante Terra Chã, em Rio Maior

Comer e beber

Eis uma proposta aliciante: subir à serra dos Candeeiros e saborear os pratos tradicionais da região numa das suas aldeias. A opinião do crítico gastronómico da VISÃO Se7e, Manuel Gonçalves da Silva, sobre o restaurante Terra Chã, em Rio Maior

A sala de refeições do restaurante, ampla, sossegada e discreta, tem grandes vidraças para uma paisagem de assombro

A sala de refeições do restaurante, ampla, sossegada e discreta, tem grandes vidraças para uma paisagem de assombro

DR

Este restaurante tem características singulares, como a localização numa aldeia serrana do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros e a pertença a uma cooperativa vocacionada para o desenvolvimento local e integrado. Fica em Chãos, na vertente leste da serra dos Candeeiros, perto das grutas de Alcobertas, a três escassas léguas a norte de Rio Maior, integrado numa paisagem de assombro. No alto, onde está, ressoa, de forma contínua mas não incomodativa, o som dos aerogeradores, mais lembrando um bordão musical a sublinhar a beleza ímpar daquele panorama. A sala de refeições ampla, sossegada e discreta do restaurante, tem grandes vidraças, em que se prende o olhar. Belo e repousante quadro natural.

Criado no âmbito de um projeto de desenvolvimento, que visava recuperar e preservar o património local, incluindo a gastronomia, com os seus produtos e as suas receitas, o restaurante prepara pratos tão simples quanto agradáveis, com sabores únicos a chícharos e a migas, a cabrito serrano e a chiba. A refeição começa com pão, azeitonas aromatizadas, queijo de cabra, morcela assada e moelinhas, que vêm à mesa e nunca se recusam, por serem do agrado geral. Querendo, podem pedir-se outros enchidos e queijos regionais de qualidade. O prato mais emblemático é, seguramente, o cabrito serrano à Terra Chã, sempre presente nos fins de semana e, por encomenda, nos outros dias. Distingue-se pela qualidade do produto, do tempero e da assadura, que respeitam saberes ancestrais.

DR

No entanto, há outros pratos igualmente apetitosos na cozinha do restaurante Terra Chã, como o bacalhau assado na brasa com migas ou com chícharos; o bacalhau à Ti Margarida, frito, com cebolada; a chiba da serra, similar à chanfana, embora mais suave; o galo com nozes, meio guisado, meio estufado, com a curiosidade dos frutos secos; e a espetada em pau de loureiro, com carne de porco temperada e grelhada a preceito. Para sobremesa, recomenda-se o pudim de chícharo, obviamente caseiro, e o requeijão com mel – a propósito deste, e de outros produtos, convém anotar que se pode acompanhar o pastor e o seu rebanho nas deambulações pelos pastos da serra, observar o vaivém das abelhas, junto das colmeias, ou participar noutras atividades interessantes que a cooperativa promove. Pequena garrafeira com os vinhos Tejo em evidência. Serviço muito simpático.

Terra Chã > Lg. Centro Cultural de Chão, 1, Chãos, Alcobertas, Rio Maior > T. 243 405 292 / 96 722 4406 / 96 888 9287 > ter-sex, dom 12h-15h, sáb 12h-15h, 20h-22h30 > €13 (preço médio)