Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Marisqueira Majára: Mais de 40 anos de bem comer, em Matosinhos

Comer e beber

É uma das marisqueiras mais antigas de Matosinhos e continua a ser o que sempre foi. A opinião do crítico gastronómico da VISÃO Se7e, Manuel Gonçalves da Silva, sobre o restaurante Majára

Lucília Monteiro

É um daqueles restaurantes que guardamos na memória para lá ir quando, subitamente, chega a vontade de uma boa refeição sem correr riscos ou aparece um amigo a perguntar onde é que se pode comer. Uma casa de confiança, pois. Assumidamente marisqueira, mas com outras ofertas que justificam a designação de restaurante, está bem localizado e ocupa um edifício de três pisos com quatro salas acolhedoras, onde não podiam faltar o balcão e o aquário.

A ementa é extensa, abrindo com uma grande diversidade de mariscos, que vai das amêijoas ao camarão da costa, de gambas, ostras, percebes e outros, para entrada, à açorda e ao arroz de marisco, para pratos principais, culminando com o majestoso misto de marisco, em doses para duas, três ou quatro pessoas. Os peixes são muitos, frescos e de qualidade, para grelhar (robalo, rodovalho, linguado, pescada, salmão, cherne e garoupa) ou para confecionar de outro modo (mílharas de pescada cozidas ou fritas e filetes de pescada dourados, por exemplo). A francesinha à Majára tem fama. As carnes são de qualidade, em especial o entrecosto de boi à Majára (carne laminada bem suculenta e excelente molho) e os bifes.

Destaque, ainda, para o festival do marisco, na última terça-feira de cada mês, e para o festival da francesinha, todas as quintas-feiras. Atenção, ainda, aos gelados artesanais. Garrafeira interessante, mas, aqui, domina a cerveja. Serviço simpático e eficiente.

Lucília Monteiro

Marisqueira Majára > R. Roberto Ivens, 603, Matosinhos 
> T. 22 938 2352 / 91 637 8264 > seg-dom 12h-1h > €25 (preço médio)