Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Partilhas à mesa no Mezanino-Finger Food & Bar, em Guimarães

Comer e beber

Com um ambiente cosmopolita e uma ementa para todas as horas do dia, este restaurante-bar quer fazer a diferença na cidade vimaranense

No ambiente cosmopolita e requintado, destacam-se os quadros assinados por José de Guimarães

No ambiente cosmopolita e requintado, destacam-se os quadros assinados por José de Guimarães

Lucilia Monteiro

Da carpintaria abandonada, preservou-se a arquitetura exterior, feita de fachadas de granito, amuralhadas, agora com os toldos pretos e a esplanada a darem conta da mudança de rumo do edifício. O interior foi completamente transformado, para acolher o mezanino que dá nome ao restaurante, projetado pelas arquitetas Maria João Carneiro e Diana Santos Silva. O ambiente é cosmopolita e requintado, com a decoração marcada pelos verdes fortes, os dourados, os quadros assinados por José de Guimarães (os proprietários são colecionadores de arte) e o mural de azulejos a reconstituir o painel da estação de São Bento dedicado a Egas Moniz, o aio de D. Afonso Henriques. Afinal, estamos em Guimarães, e a frase “aqui nasceu Portugal” ecoa por toda a cidade.

As carnes maturadas estão entre as especialidades do restaurante

As carnes maturadas estão entre as especialidades do restaurante

Lucilia Monteiro

A reabilitação do Largo de Donães (com a eliminação do edifício que era conhecido como a Casa dos Pobres), contíguo ao restaurante, foi decisiva para a escolha da localização. Apenas de circulação pedonal, é agora uma das zonas mais calmas do centro histórico de Guimarães. Ideal para refeições mais demoradas, o Mezanino tem propostas para as várias horas do dia. Desde logo, a finger food, com uma lista que inclui charutos de chèvre e mel (€5), cogumelos recheados com queijo e banana (€6), ovos rotos trufados (€5,50), gambas ao alho (€9), cornetos de salmão (€6) ou tábuas de presunto pata negra (€16), entre muitos outros pratos para partilhar. Em destaque estão também as carnes maturadas, para apetites mais substanciais, existindo ainda três pratos de peixe, massas frescas, saladas e sugestões vegetarianas. Para quem queira prolongar a noite, o Mezanino funciona também como bar, sobretudo aos fins de semana, com DJ e, pontualmente, música ao vivo. Para beber, além de vinhos das várias regiões portuguesas, há cocktails clássicos e de autor, com nomes sugestivos como Salvador Dalí, Batida Capucana e Pirata das Caraíbas e uma apresentação bem apelativa.

Mezanino – Finger Food & Bar > R. João de Melo, Guimarães > T. 253 115 131 > qua-qui, dom 12h-15h, 19h-24h, sex-sáb 12h-15h, 19h-2h, ter 19h-24h > menu de almoço €11