Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

O Stairwell Wine Bar & Creative Food é um casamento feliz entre vinhos e comida

Comer e beber

No novo restaurante Stairwell, em Lisboa - “filho” mais novo do septuagenário Porto de Santa Maria, referência gastronómica no Guincho, em Cascais - todos os pratos da ementa andam de mão dada com vinhos

A primeira curiosidade revela-se logo na entrada do novo restaurante Stairwell Wine Bar & Creative Food, aberto em junho no Chiado, em Lisboa. Para se chegar ao bar, forrado a tijolo, ali a dois passos da porta, há que pôr o pé num vidro transparente que exibe as ruínas encontradas durante as obras de transformação desta antiga tasca em restaurante.

Agora que se está no interior, somos aliciados pelo barman que nos aconselha a beber um dos cocktails da carta. Hesitamos, mas resistimos. Desta vez ficamos pelos vinhos que são as estrelas do Stairwell, o novo restaurante pertencente ao Porto Santa Maria, inaugurado em 1947 no Guincho, em Cascais. Descendo a escadaria em madeira, que serve de inspiração ao nome do restaurante, e ainda antes de se conhecerem os pratos assinados pelo chefe Gonçalo Caratão, 30 anos, - que usa os sabores fumados, os pickles, entre algumas combinações invulgares, fruto da sua experiência nórdica - espreite-se a garrafeira. Ali estão alinhadas cerca de 130 referências de vinhos de quase todas as regiões do País. Entre elas, há duas referências especiais, que podem ser pedidas a copo, o Pêra Manca e o Ferreira Caves Aliança de 1980.

Já sentados na mesa, as ostras do Sado temperadas com vinagrete de estragão e pérolas de tapioca (€2,80, a unidade) combinam com o espumante Terras de Demo Bruto, de sabor fresco e frutado. Mas há mais sugestões de entradas na ementa, como as gambas à guilho (€9,80), um clássico do restaurante do Guincho assim como a salada de chocos mornos com tinta, emulsão de agrião, rúcula e caviar de esturjão-branco ou beluga (€14).

Tártaro de novilho com maionese de rábano

Tártaro de novilho com maionese de rábano

A refeição prossegue com o carabineiro com risoto de laranja (€23), que combina o doce da laranja com a frescura do peixe. Já o filete de salmão, gratinado de batata e salada de ervas finas com molho de creme fraiche, endro e estragão, que piscamos o olho na mesa da frente, fica para uma próxima visita. Passando para a carne, o tártaro de novilho, maionese de rábano picante e chips de alcachofra de Jerusalém (€12) será uma boa opção para estes dias (ainda) quentes.

“A leveza da açorda vem do toque de vinagre de vinho tinto e dos coentros”, explica-nos o chefe Gonçalo Caratão, 30 anos, nascido e criado no Ribatejo. Até aos 14, 15 anos nunca pensou em ser chefe, o verdadeiro gosto pela cozinha só veio com o primeiro estágio no restaurante Eleven: “Motivou-me e abriu-me uma porta que não conhecia". No Stairwell, para criar a ementa que nasceu de mãos dadas com os vinhos, o chefe foca-se nos sabores portugueses, adaptado ao produto da época, os quais mistura com as influências nórdicas, que trouxe dos seus anos de experiência na Dinamarca, onde trabalhou em restaurantes como o Gemyse, o Hotel D’ Angleterre ou o Marchal (1 estrela Michelin), todos em Copenhaga.

Para encerrar a refeição vale a pena experimentar o cheesecake americano com mirtilos selvagens (€4.50) ou o creme brulée de laranja (€4,80) que podem acompanhar com um cálice do vinho vintage das Caves Aliança, de 1980. Um final feliz, portanto.

A garrafeira tem cerca de 130 referências de vinhos de quase todo o País

A garrafeira tem cerca de 130 referências de vinhos de quase todo o País

Stairwell Wine Bar & Creative Food > R. da Misericórdia, 139, Lisboa > T. 21 347 1644 > ter-dom 16h-23h