Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Agosto é mês do tomate coração de boi nos restaurantes do Douro

Comer e beber

Diz que é o melhor tomate do mundo e agosto é o mês dele. O coração de boi serve-se à mesa de vários restaurantes do Douro e, pelo terceiro ano, tem honras de concurso

O tomate coração de boi do Douro será alvo de uma prova cega que avaliará o sabor, a textura, cor e forma do fruto

O tomate coração de boi do Douro será alvo de uma prova cega que avaliará o sabor, a textura, cor e forma do fruto

Quem gosta de tomate, sabe que o coração de boi é o mais saboroso – e quanto mais feio melhor, dizem os entendidos. Desde meados de julho e até setembro que o fruto é colhido no ponto: vermelhinho, de sabor doce e, já no próximo dia 24 deste mês, será o protagonista da terceira edição do Concurso Tomate Coração de Boi do Douro, na Quinta do Vallado, em Peso da Régua. Até final de agosto, há, pelo menos, oito restaurantes do Douro que aderiram ao Mês do Tomate Coração de Boi do Douro, servindo-o em pratos que vão muito além da habitual salada – o que, sublinhe-se, não deixa de ser um manjar dos Deuses, bastando que seja regado com azeite virgem extra e temperado com flor de sal.

Entre os restaurantes aderentes estão, por exemplo, o DOC do chefe Rui Paula, em Armamar, o Chaxoila e o Cais da Villa, em Vila Real, e o restaurante Terroir, do Hotel Six Senses Douro, em Lamego. O Cozinha da Clara, restaurante da Quinta de La Rosa, no Pinhão, vai estar a servir uma sopa fria de tomate coração de boi assado e queijo da ilha São Jorge, enquanto o restaurante Cais da Ferradosa, em S. João da Pesqueira, conta quatro opções na ementa: tomate coração de boi com flor de sal e azeite, para entrada; arroz de tomate com peixinhos do rio, guisado de tomate e courgete da horta, nos pratos principais; e compota de tomate da horta a acompanhar queijos artesanais, para sobremesa. No Toca da Raposa, em Ervedosa do Douro, o tomate coração de boi é servido com ovos mexidos para começo da refeição, chegando à mesa, para prato principal, no arroz malandro com filetes de bacalhau em polme, nos milhos de tomate com cachaço de porco bísaro grelhado e na massada de tomate e bacalhau. Já o doce de tomate feito com o fruto plantado na Quinta Foz Torto é servido com queijo de ovelha.

Chefes de cozinha, enólogos e especialistas em gastronomia fazem parte do júri do concurso

Chefes de cozinha, enólogos e especialistas em gastronomia fazem parte do júri do concurso

O ponto alto será, pois, o Concurso Tomate Coração de Boi do Douro, onde um júri – constituído pelos chefes de cozinha Vítor Sobral, Miguel Castro e Silva e Leopoldo Calhau, por Francisco Pavão, especialista em azeite, enólogos e produtores – vai eleger o melhor fruto de entre cerca de 20 quintas produtoras da região. Abílio Tavares da Silva, produtor dos vinhos Foz Torto, é um dos organizadores deste concurso nascido entre amigos da região, nomeadamente, Celeste Pereira, da empresa Greengrape. Quando se mudou para o Douro, este ex-engenheiro informático conta ter descoberto “um tomate de uma qualidade excecional”, ao qual, admite “não tem sido dado o devido valor”. Com a promoção deste fruto – que, nesta região adquire um sabor mais intenso, devido ao calor e ao terroir do Douro – pretende-se, diz, “reavivar um costume das antigas quintas de vinho do Porto, que também tinham plantações de tomate”. A 25 de agosto, dia seguinte ao concurso, a festa continua na capela barroca da aldeia de Arroios, concelho de Vila Real, com um mercadinho de produtos da região duriense, no qual não faltará o tomate coração de boi.

Restaurantes aderentes ao Mês do Tomate Coração de Boi do Douro

Cais da Villa > R. Monsenhor Jerónimo de Amaral, 6 (Estação de comboios), Vila Real > T. 259 351 209

Cais da Ferradosa > Ferradosa, Vale de Figueira, São João da Pesqueira > T. 254 488 303

Chaxoila > Estrada nacional 2, Borralha, Vila Real > T. 259 322 654

Cêpa Torta > R. Dr. José Bulas da Cruz, 41, Alijó > T. 259 950 177

Cozinha da Clara > Quinta de La Rosa, Pinhão > T. 254 732 254

DOC > Estrada nacional 222, Folgosa, Armamar > T. 254 858 123/ 91 001 4040

Terroir > Six Senses Douro Valley, Quinta de Vale Abraão, Semodães, Lamego > T. 254 660 600

Toca da Raposa > R. da Praça, Ervedosa do Douro > T. 254 423 466