Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

As 7 esplanadas e terraços em Lisboa e Cascais onde apetece estar

Comer e beber

Nestas esplanadas e terraços, em Lisboa e em Cascais, bebem-se cervejas artesanais e cocktails de autor, acompanhados por pizzas, ceviches ou amêijoas à Bulhão Pato, com vista para o rio Tejo, Castelo de São Jorge ou defronte para o mar. Venham os dias de sol e de calor

O Ferroviário, em Lisboa, foi recentemente renovado

O Ferroviário, em Lisboa, foi recentemente renovado

Marcos Borga

1. Ferroviário, Lisboa

As obras no terraço do bar e sala de espetáculos Ferroviário, em Santa Apolónia, Lisboa, terminaram a tempo de "receber" o verão. Ainda que tenha chegado tímido, com temperaturas amenas e um vento desnecessário. Mas na VISÃO Se7e somos optmistas e já só pensamos em dias e noites quentes, daquelas que pedem um terraço como este. Nesta nova esplanada, já não há bancos de antigas carruagens de comboios, mas sim plantas tropicais a delinear recantos, cadeiras em verga, jardins verticais e mesas de madeira tosca. Ricardo Seguro Pereira idealizou a decoração sem nunca fugir ao cunho industrial desta zona da cidade. Ali, aos nossos pés, está a linha do comboio, mais à frente, o rio Tejo e ao longe, a margem sul. Em relação à programação cultural, há que ficar atento aos espetáculos de stand-up comedy, concertos e sessões de cinema que vão acontecer ao longo do mês. Para acompanhar os cocktails de autor, o chefe colombiano Nicolas Villalba preparou uma ementa cheia de petiscos para comer à mão, entre eles, ceviche de cogumelos com raddichio e floretes de brócolos (€7), capuccino de camarão com espuma aioli e croutons (€4) e uma sanduíche de barriga de porco cozinhada a baixa temperatura, ananás fresco, coentros, cebola e salsa verde (€10). Agora só falta que as noites de verão "estacionem" por estes lados. Ferroviário > R. de Santa Apolónia, 59 > qua-qui 18h-2h, sex 18h-3h, sáb 14h-3h, dom 14h-2h

Pizzaria ZeroZero, no Parque das Nações

Pizzaria ZeroZero, no Parque das Nações

2. ZeroZero, Lisboa

Desde o verão passado que a pizzaria ZeroZero, conhecida no Príncipe Real pelas suas pizzas artesanais de massa fina, crocante e de longa fermentação, chegou ao Parque das Nações. Ali, antes de nos "atirarmos" a uma das pizzas, aprecia-se, por entre árvores e plantas, a vista de Tejo, que denuncia a Ponte Vasco da Gama, ao longe. Aproveite-se a visita para saborear a pizza Formaggiosa (€13,50) com tomate, mozzarella Fior di Latte, gorgonzola, espinafres e nozes, e a Salsiccia e provola affumicata (€16,50), feita com mozzarella 
Fior di Latte, salsicha, queijo provola fumado, tomate-cereja marinado e alecrim. Mas a carta da pizzaria ZeroZero não se resume a pizzas – à prova estão ainda o linguine alle Vongole (€14,50), o ravioli di vitello e funghi (€15,50) e quatro sugestões de risotos, entre eles, o al nero di Seppia (€15,50) e o risotto di Speck di Asiago (€15). E também há sossego para experimentar calmamente todas estas sugestões italianas. ZeroZero Al. dos Oceanos, 
lt. 2.11.01H > 
T. 21 895 7016 
> dom-qui 12h-24h, sex-sáb 12h-1h


A eslanada do lJamie's italian, em Lisboa

A eslanada do lJamie's italian, em Lisboa

3. Jamie’s Italian, Lisboa

Apetece mesmo passar a tarde num dos dois terraços do Jamie’s Italian, o 64.º restaurante do conhecido chefe britânico Jamie Oliver. Para acompanhar a paisagem desta Lisboa antiga, onde se encaixa, o Castelo de São Jorge e a colina da Graça, aconselha-se a tábua com salami de funcho, mortadela com pistácio, vegetais grelhados e marinados em alho e azeite de ervas aromáticas, queijo Pecorino, entre outros ingredientes. Enquanto se espera, peça-se o pão brioche, com manteiga de ervas caseira, alho tostado, alecrim e parmesão (guloso!) e um copo de vinho. E espreita-se a ementa que sugere ainda pizas e pastas, com massas fresca, feitas todos os dias com as farinhas 00 e de trigo, ovos free range e muito amor, conforme pode ler-se num quadro perto da mesa e ainda algumas pizas. O resto é paisagem bonita para ver a cada pestanejar e entre cada garfada. Jamie's Italian > Pç. do Príncipe Real, 28A, Lisboa > T. 92 530 1411 > dom-qui 12h-16h, 19h-23h, sex-sáb até às 24h

No quiosque da Oitava Colina, há cervejas artesanais

No quiosque da Oitava Colina, há cervejas artesanais

Divulgacao

4. Oitava Colina, Lisboa

Na esplanada do quiosque da Oitava Colina, no Largo da Graça, em Lisboa, bebe-se na companhia da Urraca e do Zé Arnaldo, duas das mais conhecidas cervejas artesanais desta marca lisboeta fundada em 2014, cada uma com a sua história e a sua personalidade. Mas neste antigo quiosque da Carris, construído em 1928, que começou por servir de espaço de descanso para o controlador de tráfego e posteriormente para venda de bilhetes e passes, há cinco variedades de cerveja à pressão, sempre com sabores diferentes. Para lá destas variedades, são servidas as restantes cervejas desta marca, como a Florinda, de cor dourada, tipo lager e mais fácil de beber. Para comer, destacam-se a tosta de frango com framboesa (€6) e as tábuas de queijos e de enchidos (€5,50), boas companhias para esta bebida fabricada ali bem perto. Oitava Colina > Lg. da Graça, Lisboa > T. 96 397 2091 > ter 12h-20h, qua 15h-21h, qui 15h-22h, sex 15h-24h, sáb 12h-24h, dom 12h-22h

Kiko Martins é um dos chefes com restaurante no Gourmet Experience, no El Corte Inglés

Kiko Martins é um dos chefes com restaurante no Gourmet Experience, no El Corte Inglés

Nuno Botelho

5. Gourmet Experience, Lisboa

Antes de escolher a mesa na grande esplanada com vista para a cidade de Lisboa, dê-se uma espreitadela nas ementas dos vários restaurantes que fazem parte do Gourmet Experience, que se estende por cerca de 1000 metros quadrados e fica no sétimo piso do El Corte Inglés, em Lisboa. Ali estão, entre outras propostas gastronómicas, sete novos restaurantes de conhecidos chefes portugueses e estrangeiros. Experimente-se, por exemplo, o cachaço de porco na brasa com molho chimichurri e arroz Biro-Biro, um dos pratos do Jacaré, do chefe José Avillez, que convive portas meias com a corvina marinada com cebola roxa e abacate ou a meia-desfeita de bacalhau com samos, da Tasca Chic, liderada pelo mesmo chefe com duas estrelas Michelin. Já n’O Poke, de Kiko Martins, há opções que cruzam a cozinha havaiana e a asiática, como a Poke, uma salada de peixe fresco marinada com pato picante e salada de beringela e rebentos de soja. Junta-se ainda o arroz de pato ou o robalo com arroz de amêijoa à Bulhão Pato, no Balcão, de Henrique Sá Pessoa. E há muito mais para ali provar ou comprar para comer em casa. Gourmet Experience > El Corte Inglés > Av. António Augusto de Aguiar 31, 7º piso, Lisboa > dom-qui 10h-24h, sex-sáb 10h-1h

O Villa Tamariz Utopia, em Cascais

O Villa Tamariz Utopia, em Cascais

6. Villa Tamariz Utopia, Cascais

Há novos cocktails para beber em frente ao Atlântico, no Villa Tamariz Utopia, instalado num palacete de 1929, em Cascais. São oito combinações à prova (€6), desde os clássicos mojitos (de maracujá ou de ananás), e caipirinha tropical, com malubu, cachaça, lima, xarope de açúcar, aos mais arrojados, como o After Sun, feito com rum, Camapri, sumo de laranja e de limão e clara de ovo e o refrescante Pink Bikini, com sumo de limão, frutos vermelhos, Amaretto e Malibu. Para acompanhar com uma tiborna de sardinha (3 unidades €5,50), sardinha baby, tomate, azeite, alho e ervas aromáticas ou pataniscas de polvo crocantes (€6,50, 5 unidades). Nas opções de marisco ou de peixe, destacam-se ainda as gambas salteadas com alho e malagueta (€14), ameijôa à Bulhão Pato e ceviche de camarão (€10) ou um arroz malandro de marisco (€22). Este ano o Villa Tamariz Utopia também tem um dj residente, que será responsável pela animação musical das 17 e 30 às 21 e 30. Só boas razões para sentar-se na esplanada com vista para o mar. Villa Tamariz Utopia > Praia do Tamariz, Estoril, Cascais > T. 91 012 7990 > restaurante: 12h-22h30 (encerra seg-ter ao jantar; Bar: seg-dom 10h-2h

A Fortaleza do Guincho, em Cascais é um clássico,

A Fortaleza do Guincho, em Cascais é um clássico,

Pedro Sampayo Ribeiro

7. Terraço da Fortaleza do Guincho, Cascais

Escolhemos uma das mesas perto das muralhas do restaurante do hotel Fortaleza do Guincho, em Cascais, para melhor apreciar as sugestões da ementa confecionada por Miguel Rocha Vieira e servida na esplanada virada para o oceano Atlântico. Dependendo do apetite, há muitos petiscos para saborear e partilhar na mesa. Depois de uma ida à praia, vai saber bem começar com umas amêijoas da Ria Formosa ao natural ou à Bulhão Pato (€15), seguidas por uma salada de polvo grelhado com batata-doce de Aljezur (€14). Mas há mais opções como a salada Guincho (€17), alface, laranja, cebola, coentros, pepino, lula, choco, polvo e camarão) ou o lombo de porco preto alentejano (€24), com esparregado de espinafres, batatas novas e legumes salteados.
Nos dias de maior vento (e não são assim tão poucos), pode escolher-se o interior, onde o chefe de cozinha também assina a carta do restaurante principal, distinguido com uma Estrela Michelin. Mas se o bom tempo o deixar ficar neste cantinho ao ar livre, saiba que nada substitui o hipnotizante pôr do Sol desta zona. Fortaleza do Guincho > Estr. do Guincho, Cascais > T. 21 487 0491 > seg-dom 12h30-15h, 19h30-22h30