Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Bistro 100 Maneiras, em Lisboa, sem pausas e com ementas para todas as horas

Comer e beber

O restaurante de Ljubomir Stanisic abre agora ao almoço e durante a tarde, com diferentes ementas a condizer com as horas do dia – cocktails incluídos

A Enfrascada, com cogumelos, espargos e ovo escalfado

A Enfrascada, com cogumelos, espargos e ovo escalfado

Fabrice Demoulin

O burek jugoslavo com queijo e espinafres

O burek jugoslavo com queijo e espinafres

Fabrice Demoulin

Enquanto terminam as obras no número 39 da Rua do Teixeira, no Bairro Alto, onde Ljubomir Stanisic 
se prepara para reabrir o 100 Maneiras (“está quase”, diz-nos), é no Bistro que o chefe de cozinha nos vai brindando com mais horas de prazer à mesa. No Largo da Trindade, a porta está agora aberta todos os dias, do meio-dia às duas da manhã, com diferentes ementas para as diferentes horas do dia.

Tudo o que Luz, assim se chama a carta do almoço, que entre as 12h e as 15h inclui alguns clássicos do Bistro 100 Maneiras, como o burek jugoslavo com queijo e espinafres, pratos sazonais que constam da ementa de jantar, como as lulas de anzol grelhadas com risoto de lima e tapenade, mas também algumas novidades. “São coisas mais frescas, mais leves, para picar e partilhar”, resume Ljubomir Stanisic, que em agosto passado decidiu abrir horizontes e elevar a comida vegetariana a outro patamar no restaurante Terroir, do Hotel Six Senses Douro Valley. No Bistro, o desafio toma forma na secção Verdes são os Campos: Beet’s Me é uma salada de beterraba bringida com queijo de cabra, maionese de wasabi, laranja e frutos secos, enquanto Amor e Uma Quinoa mistura quinoa, cogumelos, amêndoas e maçã Granny Smith. Endiviamento Público (endívias, nozes, queijo curado em carvão e pólen de abelhas) rivaliza no gosto – e na originalidade do nome, diga-se – com a Enfrascada (cogumelos, espargos e ovo escalfado) 
e o Taco da Bairrada, com as folhas de alface a fazer a vez das tortilhas de milho, recheadas com leitão, guacamole, torresmo e ajvar (um molho feito com pimentos vermelhos e beringela assados, usado na cozinha dos Balcãs). Para um final feliz – leia-se sobremesa – escolha-se entre a espuma de queijo com sorvete de goiaba e crumble de amêndoa, o leite-creme de lima kaffir e erva-
-príncipe ou a tfahija (maçã assada recheada 
com nozes), típica da Bósnia.

Amor e Uma Quinoa mistura quinoa, cogumelos, amêndoas e maçã Granny Smith

Amor e Uma Quinoa mistura quinoa, cogumelos, amêndoas e maçã Granny Smith

Para quem chega durante a tarde, o Bistro 100 Maneiras tem agora uma Matiné. Entre as 15h e a 19h, petisca-se sem talhares e as sugestões são gulosas: cascas de batata com molho de ervas aromáticas, croquetes de cozido, choco frito às tiras, o melhor hambúrguer do Largo da Trindade ou cepavi, uns rolinhos de carne picada em pão pita que nos fazem viajar até Sarajevo sem sair do Chiado. Com o novo horário, apresenta-se também uma carta de cocktails refrescada. A equipa liderada por Jorge Camilo apresenta cinco novas criações sem álcool, à base de fruta e ervas da estação, mais amigas das tardes de trabalho – ou de outros afazeres. Sugestões? A Kombucha, para descobrir os efeitos desta bebida fermentada, 
ou o delicioso Matcha Matcha Man (€6), com erva-príncipe, abacaxi, kumquat, hortelã, dashi e limão. Para beber, sem moderação.

À hora do almoço, o menu degustação A Lista de Stanisic inclui três entradas, um prato principal e uma sobremesa (€39). Uma viagem pelos sabores mais marcantes do Bistro 100 Maneiras, que este ano ocupa o 3º lugar na lista dos 50 melhores restaurantes da revista Monocle, o único português nos dez primeiros.

100 Maneiras Bistro > Lg. da Trindade, 9, Lisboa > T. 91 030 7575 > seg-dom 12h-02h (cozinha encerra às 24h)