Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

'Dolce far niente': 6 novos brunches em Lisboa e Porto para experimentar sem horários

Comer e beber

São a melhor desculpa para passar a tarde sem fazer nada e continuam a reinventar-se para além dos tradicionais ovos. Há mais seis boas razões para uma tarde preguiçosa de brunch, ao fim de semana e não só

O Palácio Chiado tem um novo 'brunch' com menus de alguns dos seus restaurantes, como o Local e o Sea

O Palácio Chiado tem um novo 'brunch' com menus de alguns dos seus restaurantes, como o Local e o Sea

Luis Ferraz

1. Palácio Chiado, Lisboa

A ideia é deliciosamente simples: sentamo-nos numa das mesas do primeiro andar do Palácio Chiado e pedimos as versões brunch de alguns dos restaurantes que ali moram. Comecemos com as boas intenções do Local - Your Healthy Kitchen, onde a escolha dos ovos (quentes no nosso caso) se junta, entre outras coisas, ao abacate, à manga e a umas viciantes panquecas de centeio e frutos silvestres. Há ainda espaço para a ricota e o húmus, para barrar no pão escuro ou em vegetais. Mais virado para o mar, o Sea serve ostras no gelo, torradas com vários acompanhamentos, do atum braseado com kimchi de pepino aos ovos mexidos com cebolinho. Já o Forróbodo aposta na melhor das combinações queijos e enchidos e acrescenta-lhes pão de Mafra, doce de abóbora, granola e fruta da época. Para terminar, podem pedir-se algumas sobremesas à parte, como scones, brownies ou mousses.

Rua do Alecrim 70, Lisboa > T. 21 010 1184 > sáb-dom 12h-16h > de €14,5 a €17,80

O restaurante do Village Underground passou a chamar-se Buzz Lisboeta e tem novos pratos ao almoço e 'brunch' ao fim de semana

O restaurante do Village Underground passou a chamar-se Buzz Lisboeta e tem novos pratos ao almoço e 'brunch' ao fim de semana

2. Buzz Lisboeta, Lisboa

Um autocarro de dois andares transformado pela designer e artista Joana Astolfi só podia ter um encanto especial. Para chegar ao Village Underground, é preciso entrar no Museu da Carris, caminhar em direção ao rio e desde há poucas semanas descobrir o Buzz Lisboeta, novo nome do restaurante que se divide entre as mesas do autocarro e uma ampla esplanada. Há também um novo chefe, Frederico Nobre Leitão, que chegou para acrescentar mais personalidade ao menu, focado no brunch de fim de semana e nos almoços, "Queremos atraiar mais pessoas de fora, para além de quem já conhece o cowork do Village," resume Mafalda Rodrigues, responsável pelo Buzz. Para além dos almoços (há bitoque com chips de batata-doce, à quarta-feira, e risotto, à sexta), o destaque vai para o brunch, onde se tentou fazer diferente do que já existe na cidade. Para além dos clássicos croissants, bagels e waffles, ou da granola com iogurte, reiventaram-se os ovos (quem preferir, pode optar pela versão tofu) servidos numa caçarola com pão de trigo Gleba e um sem número de ingredientes e acompanhamentos à escolha, como salmão fumado, abacate, queijo feta e parmesão. Para breve, espera-se música ao final do dia e a possível abertura do Village a Alcântara.

Museu da Carris, Rua 1º de Maio, Lisboa > T. 911 115 533 > sáb 12h-19h, dom 12h-18h > €18

O novo 'brunch' do Paleo Kitchen quer fazer-nos regressar à orgens

O novo 'brunch' do Paleo Kitchen quer fazer-nos regressar à orgens

Jorge Simão

3. Paleo Kitchen, Lisboa

Aqui, segue-se a filosofia de alimentação primativa ficam de fora os cereais, leguminosas ou alimentos processados e aposta-se em peixe selvagem e carne biológica, para além de uma série de preceitos, como pão feito sem farinha ou as sobremesas adoçadas com mel ou flor de coco. Naturalmente, o brunch, disponível ao fim de semana, segue as mesmas premissas. Pode escolher-se entre menus para diferentes fomes e curiosidades (dos €17 aos €27) ou espreitar a carta feita de breakfast bowls cheias de cor (banana caramelizada e cacao são duas das opções), panquecas de batata-doce, flatbreads e os tradicionais ovos de várias maneiras. Não esquecer a pastelaria, em versão mini, ou a french toast com pão de banana tão gulosas quanto a possibilidade de comer este brunch todos os dias da semana.

R. Latino Coelho, 31, Lisboa > T. 21 010 5612 > seg-sex 10h-14h, sáb 10h-16h > a partir de €17

No Noshi Coffee, no Porto, o 'brunch' serve-se aos domingos e pode variar de semana a semana

No Noshi Coffee, no Porto, o 'brunch' serve-se aos domingos e pode variar de semana a semana

4. Noshi Coffee, Porto

O brunch deste recente café saudável do Porto acontece aos domingos, a partir das 11 horas, e já tem fiéis seguidores. A ementa vai variando de semana a semana, mas começa quase sempre com uma sopa “para reconfortar”, conta Paula Fernandes, a responsável. À mesa chegará, depois, um tabuleiro com iogurte e granola ou um pudim de chia, uma taça com papas de aveia (simples, com creme de banana e manteiga de amendoim ou de banana e cacau), uma tosta quente – de frango, queijo cheddar, tomate cherry e abacate - ou um hambúrguer de frango. Para beber, há várias opções, entre uma limonada, refresco de chá biológico ou leite de soja. O brunch é sempre acompanhado por mini croissants folhados, pão de fermentação natural, compotas e manteigas aromatizadas. No final, valerá a pena guardar apetite para a sobremesa: banana bread, brownie ou crumble de maçã.

R. do Carmo, 11, Porto > T. 22 205 3034 > dom 11h-16h > €13,90

Há três menus de 'brunch' disponíveis no Chá das Cinco

Há três menus de 'brunch' disponíveis no Chá das Cinco

5. Chá das Cinco, Porto

O atelier de pastelaria como Sofia Lemos da Costa e Hugo Ferraz gostam de chamar ao café Chá das Cinco, que abriram há poucos meses, na zona do Bonfim, no Porto – tem três propostas de brunch (um duplo, um single e um júnior) servido aos sábados, domingos e feriados. Quem queira um brunch para partilhar (€28) conta com duas granolas com iogurte, fruta e mel, um saco de pão e um prato de queijos que acompanham com manteiga e doce, quatro panquecas feitas no momento e regadas com mel, duas mini quiches de vegetais, duas bebidas frias (sumo de laranja ou limonada), duas bebidas quentes (café de filtro ou chá do dia) e ainda duas sobremesas: bolacha ou donut. O single inclui granola com iogurte, três panquecas, uma tosta de abacate e ovo, sumo de laranja ou limonada, café ou chá do dia. Os mais pequenos têm uma carta especial: mini granola com iogurte e fruta, meia torrada com manteiga ou doce, panquecas e o babyccino: sumo de laranja ou limonada. Quem queira, pode acrescentar ao menu um cocktail de espumante, laranja e frutos vermelhos (€2,50 adicionais) para brindar à altura.

Praça da Alegria, 63, Porto > T. 91 641 9826 > sáb, dom e fer 10h30-15h

No primeiro sábado do mês, a loja/café Urban Cicle Café serve o 'brunch' volante

No primeiro sábado do mês, a loja/café Urban Cicle Café serve o 'brunch' volante

6. Urban Cicle Café, Porto

Um brunch numa loja de bicicletas não será coisa vulgar e este só poderia chamar-se “volante”, claro. No primeiro sábado de cada mês - o próximo é já este dia 7 - o Urban Cicle Café abre as portas para um brunch em formato buffet, desta vez, com a primavera como lema. Daniela Macedo, responsável pela loja e pela cozinha, conta que a ementa “varia de acordo com a estação, com a fruta e legumes da época”. E, embora o Urban Cicle Café tenha diariamente e a qualquer hora do dia um menu de brunch mais simples (€11), o dos sábados é um desfilar de (boas) iguarias, com a preocupação, de incluir opções sem lactose e de soja nos iogurtes e leite. Entre pratos quentes e frios, conte com crostini de abacate com rebentos de beterraba, rabanetes e ovo mal cozido com maionese de pesto e alecrim, mini fritattas de espinafres, as sempre muito procuradas tartes de courgette com pinhões e queijo ricota ou de frango com cogumelos, salada de rúcula com cuscuz, tomate cherry, croutons, queijo feta e papaia. Acrescentem-se os vários tipos de pão: noz, cereais, malte, passas ou mistura, os mini croissants com compota de abóbora e requeijão, as tábuas de queijos com pão de caco e pasta de tomate seco, os scones caseiros com compota de frutos do bosque e queijo creme. Sem esquecer as sobremesas: bolo de chocolate sem açúcar recheado com doce de framboesa, quadrados de tarte de maçã e queques de alfarroba com óleo de coco com noz. É necessária a reserva prévia, uma vez que esta loja/café que promove alternativas de mobilidade urbana, conta apenas com 20 lugares.

Pça. do Bom Sucesso, 18, Porto > T. 22 098 1308 / 93 636 1353 > 1º sáb mês 11h-16h > €14, €6 (crianças 3-10 anos) > com marcação prévia