Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Aromas 100% arábica no novo Simpli – Bakery & Coffee Roasters, em Lisboa

Comer e beber

Vem do Brasil, das Honduras ou da Nicarágua o café de especialidade que se bebe no Simpli – Bakery & Coffee Roasters, em Lisboa. Uma seleção de bolos e pão, feitos na casa, fazem a combinação perfeita

Luís Barra

O café chega à mesa com um pequeno cartão e assim ficamos a saber que é 100% arábica. Nesta espécie de bilhete de identidade que acompanha todos os cafés que se servem no Simpli — Bakery & Coffee Roasters, em Lisboa, pode ler-se também o país e a região de origem, a altitude a que foi plantado, o nome do produtor, a variedade e o processo de tratamento a que foi sujeito. Mais pormenorizada é a descrição sensorial: o Daterra Sweet Yellow vem de Minas Gerais, no Brasil, e tem aroma leve e floral. Já o sabor é suave, com final doce e lá pelo meio havemos de sentir o caramelo e o chocolate doce. “É uma maneira de educar o paladar de quem bebe o nosso café”, diz Mário Cajada, proprietário desta nova coffeeshop, a funcionar desde final de outubro passado na Rua Braamcamp.

A madeira, o ferro e a palha foram os materiais utilizados na decoração do Simpli, que aposta no café de especialidade. Os grãos verdes e sem defeitos são importados de países como a Colômbia, Nicarágua, Brasil, Jamaica, Honduras ou Costa Rica, onde a planta é cultivada a alta altitude, acima dos 1 100 metros, e as bagas colhidas à mão, num processo minucioso que seleciona apenas as que estão maduras. Já a torra, “leve e moderada para que se sintam as notas aromáticas de cada grão das várias origens”, é feita ali mesmo, à vista do cliente. “O nosso café é 100% arábica, que tem metade da cafeína do chamado café normal. Por isso, não temos descafeinado. É um café para apreciadores”, justifica Mário Cajada. De quinze em quinze dias, há dois cafés em destaque.

Quando imaginou o projeto, Mário Cajada pensou numa coisa simples – e daí o nome (Simpli). No entanto, quis associar padaria e pastelaria com fabrico próprio. “A vitrina não está cheia de bolos e de pão, é uma variedade selecionada”, explica. Quem vem ao Simpli vê fazer croissants (açucarado, simples, integral ou de chocolate), caracóis, arrufadas, pães de leite e tarteletes, pão de Mafra, alentejano, multicereais e até uma especialidade do dia, a misturar azeitona ou noz, por exemplo. Tudo pensado para acompanhar a verdadeira especialidade, o café.

Luís Barra

No Simpli, o café é torrado ao ritmo dos pedidos porque, depois deste processo, deve repousar cerca de sete dias e ser consumido até quatro semanas. Já a máquina de tirar o café é especial, afinada todos os dias de manhã.

Luís Barra

Simpli – Bakery & Coffee Roasters > R. Braamcamp, 68, Lisboa > T. 21 385 0608 > seg-sáb 8h-20h