Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

José Avillez: "Dou o meu melhor para promover a cozinha portuguesa no mundo"

Comer e beber

José Avillez venceu o "Oscar" da gastronomia. "Sinto-me honrado", diz à VISÃO Se7e. É a primeira vez que um chefe português é distinguido com o Grand Prix de l’Art de la Cuisine, que pode ser equiparado ao galardão de “melhor cozinheiro do ano”

O chefe José Avillez, no restaurante Belcanto, em Lisboa, com duas estrelas Michelin

O chefe José Avillez, no restaurante Belcanto, em Lisboa, com duas estrelas Michelin

D.R.

O chefe português José Avillez recebeu esta segunda-feira, 5, a notícia de que venceu o prémio internacional Grand Prix de l’Art de la Cuisine, um dos mais prestigiados galardões de cozinha do mundo.

Soube-o enquanto regressava da Singularity University, na Califórnia, onde esteve em formação. Já em solo português, diz à VISÃO Se7e: “Sinto-me agradecido e honrado por esta distinção. O nosso objetivo tem sido promover a gastronomia portuguesa no mundo. Este prémio é, sem dúvida, um reconhecimento do caminho feito”, sublinha o chefe do Belcanto, medalhado com duas Estrelas Michelin.

A distinção da Academia Internacional da Gastronomia apanhou José Avillez desprevenido: “Não estava à espera e fiquei sensibilizado, pois é uma das distinções mais prestigiantes na área da gastronomia. A Academia saberá responder com mais exatidão mas, de acordo com o que me foi comunicado, premeia o trabalho feito, a técnica e a criatividade".

O chefe português é ainda responsável pelos restaurantes Cantinho do Avillez (em Lisboa e no Porto), Pizzaria Lisboa, Café Lisboa e Mini Bar Teatro, no Chiado.O nosso compromisso é o mesmo desde o começo: todos os dias tentamos ir mais além e damos o nosso melhor para promover a cozinha portuguesa no mundo. É uma honra receber este prémio que poderá dar ainda mais visibilidade à nossa gastronomia. Sinto-me muito agradecido à Academia e à extraordinária equipa que me acompanha com uma paixão e uma dedicação fora de série”, acrescenta.

As edições passado atribuído a reconhecidos cozinheiros como Joan Roca, Alain Ducasse, René Redzepi ou Alex Atala (confira a lista em baixo).

Edições anteriores do Grand Prix de l'Art de la Cuisine

2017 – Enrico Crippa, Ristorante Piazza Duomo, Alba, Itália

2016 – Yannick Alleno, restaurante Ledoyen, Paris

2015 – Benoît Violier, restaurante de l’Hotel de Ville, Crissier, Suiça e Alex Atala, Dom, São Paulo (Brasil)

2014 – Grant Achatz, restaurante Alinea, Chicago (USA)

2013 - René Redzepi, restaurante Noma, Copenhaga, Dinamarca

2012 - René Redzepi, restaurante Noma, Copenhaga, Dinamarca

2011 - Joan Roca, Espanha

2010 - Massimo Bottura, Itália