Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Restaurante Digby: Cozinha com design no Porto

Comer e beber

A Casa da Comida abriu o primeiro restaurante fora de Lisboa. Instalado no novo hotel Torel Avantgarde, no Porto, o Digby tem uma vista para o Douro de tirar o fôlego

O Digby, aberto recentemente no hotel Torel Avantgarde, celebra os 40 anos da Casa da Comida

O Digby, aberto recentemente no hotel Torel Avantgarde, celebra os 40 anos da Casa da Comida

Lucilia Monteiro

Comecemos por explicar o nome deste restaurante nascido há três meses no hotel de cinco estrelas Torel Avantgarde, no Porto. Digby é uma homenagem a Sir Kenelm Digby, diplomata e filósofo inglês do século XVII, considerado o inventor da garrafa de vinho verde translúcida, tal como hoje a conhecemos. São as garrafas, aliás, que mais se salientam na decoração deste restaurante, para onde se entra depois de atravessarmos a colorida sala das flores e o bar, e de onde se avista o rio Douro – com bom tempo, há uma varanda onde se podem fazer as refeições.

O Digby é o primeiro restaurante da Casa da Comida fora de Lisboa e foi criado para assinalar os 40 anos da marca – atualmente com o nome Estórias na Casa da Comida – que, em 1983, conquistou a primeira estrela Michelin da capital. “Achámos que era o momento de dar um salto em frente e abraçar um novo projeto”, diz-nos Salomé Alcântara, atual proprietária e sobrinha do fundador. A carta, desenhada por Miguel Carvalho, chefe executivo da Casa da Comida, é interpretada por Pedro Garrido, chefe do Digby, baseando-se numa “cozinha de inspiração tradicional portuguesa contemporânea, com alguma inspiração internacional”. Sem esquecer os pratos clássicos do restaurante de Lisboa que ao longo de quatro décadas se especializou nos serviços de catering, como a perdiz de escabeche (€14), a sopa de crustáceos e bivalves (€13) e os preguinhos de lombo (€15) servidos no bar.

Apesar de se encontrar instalado no interior de um hotel de cinco estrelas, o restaurante quer “ter uma identidade própria”, sublinha Salomé Alcântara. Daí que tanto se pode saborear um lombo de novilho à portuguesa (€28), uma barriga de leitão confitada (€24), um ceviche de robalo (€23), um ovo a baixa temperatura com farinheira de Porto Alegre e espargos verdes (€11), como uma francesinha reinterpretada (€23) de forma contemporânea, entre outras sugestões. Quem preferir viajar por vários sabores na mesma refeição, tem à escolha dois menus de degustação (€50 e €75 sem bebidas). “Servir bem, usando os melhores ingredientes” são, garante Salomé Alcântara, os principais objetivos desta cozinha.

A perdiz de escabeche, servida no Digby, segue a receita original da Casa da Comida

A perdiz de escabeche, servida no Digby, segue a receita original da Casa da Comida

O Digby serve brunch aos sábados e domingos (12h às 15h) que, além da oferta habitual de pequeno-almoço, inclui dois pratos quentes, saladas, sobremesas e fruta (€30/sem bebidas).

Digby > Torel Avantgarde > R. da Restauração, 336, Porto > T. 22 244 9615 > seg-sex 12h30-15h, 19h30-23h, sáb-dom 12h-15h, 19h30-23h