Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Os 47 novos restaurantes de 2017 onde vale mesmo a pena ir em Lisboa

Comer e beber

Entre os muitos restaurantes que abriram em 2017, na Grande Lisboa, estão estes 47, todos novos e um ou outro renovado. Servem carne, peixe, pratos do Médio Oriente, sabores italianos ou peruanos. É só escolher

No restaurante Beco - Cabaret Gourmet, salta à vista, atrás do balcão, o enorme desenho de uma pin-up

No restaurante Beco - Cabaret Gourmet, salta à vista, atrás do balcão, o enorme desenho de uma pin-up

Bruno Calado

A Cantina Peruana No primeiro andar do restaurante Bairro do Avillez, é a comida peruana que convence os estômagos: ceviches, tiraditos e um bar dedicado ao pisco.

A Janela Na cafetaria d'A Voz do Operário, no bairro da Graça, em Lisboa, há cookies, sumos de fruta e pratos quentes.

À Justa De regresso ao Bairro da Ajuda, a chefe Justa Nobre recheou a ementa de pratos de assinatura e de outros a estrear.

Água pela Barba Perto do Miradouro de Santa Catarina, há peixe fresquinho: atum, polvo e salmão.

Ânfora O restaurante do hotel Palácio do Governador, em Belém, não é novo, mas é como se fosse. A experiência gastronómica tem agora aos comandos a chefe Vera Silva, que pratica uma cozinha de inspiração portuguesa.

Atari Baby No restaurante de comida japonesa do chefe de cozinha grego Akis Konstantinidis não falta sequer karaoke.

Beco-Cabaret Gourmet É só para maiores de 18 anos e tem muito mais além de comida, este novo restaurante de José Avillez.

Boa-bao Uma viagem gastronómica de Taiwan ao Japão, no coração do Chiado, em Lisboa.

Cervejaria Liberdade Peixe fresco, mariscadas, pica-paus e imperiais bem tiradas são algumas propostas deste novo restaurante do hotel Tivoli Liberdade, em Lisboa.

Charkoal Na Marina de Oeiras, a carta assinada pelo chefe José Cordeiro combina peixe e carne maturada com cocktails.

Chutnify É cozinha indiana autêntica, trazida por Aparna Aurora para o Príncipe Real.

Eatfish Fica no Cais do Sodré e é especializado em peixe fresco: atum, salmão, corvina e espadarte são apenas quatro exemplos do que se encontra na ementa.

Frutaria É para quem quer e gosta de comida saudável e fruta. Fica na Baixa lisboeta.

Il Mercato Massas frescas com ovos biológicos ou burrata de Puglia são apenas duas das especialidades do restaurante de Tanka Sapkota.

Infame Sabores de Portugal e do Oriente no restaurante do Hotel 1908, no Intendente.

Kanazawa Com a saída de Tomoaki, o chefe Paulo Morais assumiu a liderança deste japonês de Algés onde vale a pena ir nem que seja uma única vez.

O biqueirão avinagrado do Kimya

O biqueirão avinagrado do Kimya

Divulgação

Kimya Um gastro-bar, no Sheraton Cascais Resort, onde não faltam átomos, moléculas e proteínas, no prato e no copo.

Less Baixa É um restaurante de ementa descomplicada pelas mãos do chefe Miguel Castro e Silva. Fica na antiga cafetaria da Pollux, na Rua dos Fanqueiros, em Lisboa.

Lumni No quinto piso do hotel The Lumiares, no Bairro Alto, está a cozinha elaborada de Miguel Castro e Silva.

Maria Limão A nova cafetaria da Graça onde há brunch todos os dias.

Mezze Numa das lojas do Mercado de Arroios, refugiados sírios confecionam o melhor da cozinha do seu país. Um projeto que é muito mais do que um restaurante.

Naked Especializado em comida saudável, é para vegetarianos, vegans ou intolerantes ao glúten. Está localizado em frente ao Museu Nacional de História Natural e da Ciência, em Lisboa.

O Lado Bértolo No novo restaurante japonês de Miguel Bértolo, em São Domingos de Benfica, faz-se uma viagem até à comida de rua de Tóquio e à delicadeza dos izakayas de Quioto.

O Watt Tem uma ementa que se divide entre crua, grelhada e vaporizada. O novo restaurante do chefe Kiko Martins fica na sede da EDP.

O Mercado Abriu no primeiro andar do Hotel The Lumiares, às portas do Bairro Alto, em Lisboa. É chefiado por Miguel Castro e Silva.

Optimista Neste lugar de convívio, encontra-se fotografia, pintura, design, comida e ainda, Pureza, uma égua transformada em unicórnio.

Otto Perto do Cais do Sodré abriu este italiano onde o número oito comanda a ementa.

Panorâmico Cozinha portuguesa pela mão da chefe Marlene Vieira, no Taguspark, em Oeiras.

Pesca O chefe Diogo Noronha apostou nos peixes, mariscos, algas e bivalves, neste seu novo restaurante na zona do Príncipe Real.

Pesqueiro 25 Lavagantes, santolas, lagosta e outros mariscos frescos comem-se na rua cor-de-rosa, no Cais do Sodré.

Quanjude Este novo restaurantes chinês quer distinguir-se pela cozinha genuína e um Pato à Pequim divinal.

Restaurante Barracuda Pertence ao Grupo Sea Me e, por isso, o peixe é rei mas cozinhado de forma simples.

Restaurante D’Esquina Comida genuína no Bairro Alto. Como se estivessemos em nossa casa.

Rib, Beef & Wine Lisboa Uma boa mesa para comer chuletón, chateaubriand e tomahawk ribeye steak.

S Restaurante e Petiscos Fica junto ao Rato e é o novo cantinho da chefe Ilda Vinagre e dos seus pratos cheios de sabor e recordações.

Soberba No bairro do Rego, o chefe Igor Martinho pratica uma cozinha onde interpreta os pratos portugueses.

Soi Neste restaurante do Cais do Sodré reina a comida de rua asiática.

Spices É um asiático para partilhar e fica no Penha Longa Resort, em Sintra.

Spleen Tem boa comida, brunch ao fim de semana e música escolhida a dedo. É a cafetaria do Museu do Chiado, com esplanada à beira do belo Jardim das Esculturas.

Suba É no último piso do hotel Verride Palácio Santa Catarina que se encontra este gastrobar onde se misturam sabores e influências do mundo inteiro.

Tagliatella Um restaurante italiano com produtos genuínos no Parque das Nações.

Tantura No Bairro Alto, este restaurante combina comida israelita com outras influências gastronómicas.

Ovos rotos com morcila do Tapisco

Ovos rotos com morcila do Tapisco

Divulgação

Tapisco Henrique Sá Pessoa apostou num restaurante de petiscos e tapas para reunir os comensais à mesa.

Terraço Foi neste restaurante, no último piso do hotel Tivoli Avenida Liberdade, que o chefe Rui Paula se estreou na capital e a servir a sua cozinha de memórias.

Vela Latina Uma transformação radical deu nova vida ao clássico lisboeta. Há um novo bar à entrada, duas esplanadas e muitas surpresas.

Versailles Irmã da icónica pastelaria das Avenidas Novas, esta fica ao pé do Tejo e do Museu dos Coches, em Belém. Na carta há carnes e peixes, as especialidades e ainda se comem croquetes e duchesse.

Zazah É o novo restaurante da Rua de São Marçal, tem espírito carioca e ementa internacional com influência portuguesa.

A sala da Vela Latina

A sala da Vela Latina

Mário João