Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Quinta do Monte d’Oiro: 20 anos de devoção ao vinho

Comer e beber

O tempo de uma geração de vinhos de qualidade invulgar, muito personalizados e profundamente gastronómicos. A opinião do crítico gastronómico da VISÃO Se7e, Manuel Gonçalves da Silva, sobre a Quinta do Monte D'Oiro, no concelho de Alenquer

Hugo Campos

José e Francisco Bentos dos Santos assinalaram os 20 anos da Quinta do Monte d’Oiro com um almoço comemorativo da primeira vindima que incluiu prova de vinhos e refeição, ambas memoráveis. José, o pai, personalidade marcante da sociedade portuguesa como homem de negócios e de cultura com projeção internacional, sobretudo na área da gastronomia, lançou o projeto vitivinícola e criou vinhos de qualidade excecional, reconhecida dentro e fora do país, desde a primeira colheita; Francisco, o filho, cuja discrição encobre um homem muito empreendedor e culto, assumiu o comando das operações na quinta em 2012, seguindo o rumo do fundador, que continua por perto.

A Quinta do Monte d'Oiro, no concelho de Alenquer, é uma referência na produção de grandes vinhos, desde o século XVII. Ao adquiri-la, em 1986, José Bento dos Santos replantou as melhores parcelas com as castas mais adequadas - Syrah, Viognier, Marsanne e Petit Verdot, importadas diretamente das suas regiões de origem, e as portuguesas Touriga Nacional, Tinta Roriz e Arinto - para obter vinhos de alto gabarito: profundamente gastronómicos, com mineralidade, frescura, elegância e complexidade. Graça Gonçalves lidera a enologia e conta com a consultoria do francês Grégory Viennois, antigo enólogo-chefe da Maison M. Chapoutier e atual diretor técnico da Laroche. Com matéria-prima de alta qualidade, uma equipa de enologia de reconhecida competência e uma adega moderna devidamente equipada fazem-se vinhos notáveis, que a crítica aplaude e o público reconhece, em Portugal e no estrangeiro.

A vertente enoturística também tem expressão feliz na Quinta do Monte d’Oiro (numa região tão bonita e tão próxima de Lisboa…), aproveitando as infraestruturas existentes: sala de refeições, sala de provas, centro de conferências e a cozinha “Maestro” para a organização de refeições, workshops, reuniões, provas e todo o tipo de eventos.

Quinta do Monte d’Oiro Lybra Syrah 2014

A cor de média intensidade, o aroma fino com boas notas florais e frutadas, o paladar equilibrado, graças à acidez correta que lhe dá frescura, aos taninos macios e à estrutura envolvente, e o final extenso e expressivo caraterizam um vinho que apetece beber, sobretudo à mesa. €10

Quinta do Monte d’Oiro Madrigal 2016

Cor citrina brilhante, aroma fino e complexo a flores do campo, múltiplas notas frutadas e marcante toque mineral, paladar elegante com todos os elementos na mais perfeita harmonia, final sedutor. A estrutura e a elegância conferem-lhe grande aptidão gastronómica. €18,50

Quinta do Monte d’Oiro Reserva Syrah & Viognier2013

Concentrado na cor, fino e complexo no aroma com a fruta e a madeira muito bem integradas, elegante no paladar, com taninos finíssimos, de veludo, e acidez viva, mas contida, redondo, equilibrado, sedutor, tem tudo o que um vinho precisa para ser diferente e distinto. €32