Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

MUU, um restaurante no Porto para os pecados da carne

Comer e beber

Os detalhes fazem a diferença nesta nova steakhouse da Baixa do Porto, a MUU: desde a decoração às sobremesas caprichadas

Mesas e candeeiros de design industrial, e tijolos escuros a cobrir as paredes fazem o ambiente do MUU

Mesas e candeeiros de design industrial, e tijolos escuros a cobrir as paredes fazem o ambiente do MUU

Lucilia Monteiro

Durante dois anos, Telmo Melo, Miguel Rizzo e Sofia Seabra prepararam a abertura da MUU Steakhouse com extrema dedicação. “Hoje, se fecharmos os olhos, percebemos que está aqui tudo o que idealizámos”, conta Telmo. Desenharam cadeiras confortáveis, além de mesas e candeeiros de design industrial, foram buscar à Bélgica e à Holanda os tijolos escuros que cobrem as paredes e pediram ao artista Rui Sousa para criar um tríptico inspirado no universo da banda desenhada que tanto os apaixona. Os pormenores do restaurante contribuem para a “experiência” que os proprietários querem conceder aos clientes. “As pessoas reparam em cada um deles e isso enche-nos a alma”, confessa Telmo Melo.

Na porta ao lado, abriram há uns anos o Täsco e recriaram com êxito a “cozinha da mãe”, bem tradicional. Agora, fizeram das carnes as estrelas do MUU (o nome dispensa explicações). A carta apresenta seis tipos de corte de carne: Rib eye maturado premium (€58), black angus (€44), costeletão maturado (€52), vazia maturada (€18), tomahawk (€62) e costela mendinha (€21). Opções com diferentes tempos de maturação, com maior ou menor índice de gordura, para comer sozinho ou partilhar. Com exceção da costela mendinha, que exige uma pré-preparação, todas as outras levam apenas sal e brasa (feita com carvão ecológico, de casca de coco). “Procuramos trabalhar com produtos portugueses, que são excelentes, apenas o black angus é de origem australiana”, explica Telmo. Nos acompanhamentos, há as inevitáveis batatas fritas e saladas, além de arroz de forno bem soltinho (com pedaços de legumes e carnes), batata roti e legumes.

Nas sobremesas, destaque para o Ninho do Goulardt (a criação do chefe Filipe Goulardt, a imitar um pequeno ovo) e para o Poker de Chocolate (com quatro tipos de texturas e sabores de chocolate). A garrafeira foi outra das prioridades, com vinhos de todas as regiões portuguesas, embora com predominância do Douro. “Fizemos muitas pesquisas, para que na carta constassem não só os premiados mas também os vinhos menos comerciais, de pequenas colheitas”, diz Telmo Melo. Refira-se ainda a seleção de gins, whiskies e vinhos do Porto. Para a refeição terminar em beleza.

Lucilia Monteiro

A carta do MUU tem seis tipos de corte de carne, mas existem opções não carnívoras, como uma galantine vegetariana (€18) e um bife de atum (€17).

MUU > R. do Almada, 149, Porto > T. 91 478 4032 > qua-seg 19h-24h