Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Sabe a verão na esplanada da Fortaleza do Guincho

Comer e beber

Amêijoas, peixe do dia e choco frito são alguns petiscos de verão que se podem apreciar, com sabor (e vista) de mar, na esplanada do hotel Fortaleza do Guincho, em Cascais

As amêijoas à Bulhão Pato são um dos petiscos da carta servida na esplanada do hotel Fortaleza do Guincho

As amêijoas à Bulhão Pato são um dos petiscos da carta servida na esplanada do hotel Fortaleza do Guincho

Pedro Sampayo Ribeiro

Escolha-se uma das mesas perto das muralhas do restaurante do hotel Fortaleza do Guincho, em Cascais, para se apreciar a nova ementa confecionada por Miguel Rocha Vieira, servida na esplanada virada para o oceano Atlântico – o chefe de cozinha também assina a carta do restaurante principal distinguido com uma Estrela Michelin. Neste cantinho ao ar livre também se assiste a um hipnotizante pôr do Sol, que não passa despercebido a quem ali se senta a petiscar ou a beber um copo de vinho.

“Quando chegámos à Fortaleza do Guincho no verão de 2015 não havia uma carta de bar e esplanada, serviam-se tostas mistas e pouco mais”, conta Miguel Rocha Vieira. Para conquistar novos clientes e agradar a quem faz praia na zona do Guincho ou está alojado neste hotel de cinco estrelas, o chefe incluiu novos petiscos, como o choco, o polvo e o bacalhau, mas também as tábuas de queijos e de enchidos, entre outras opções com mais substância, que vai sempre adaptando conforme a época.

Miguel Rocha Vieira

Miguel Rocha Vieira

“Esta carta é mais leve e descomplicada, feita com produtos de primeiríssima qualidade, preparada na cozinha onde uso as mesmas técnicas e métodos para a carta principal”, resume Miguel Rocha Vieira. Para a experimentar, nada melhor do que pedir as amêijoas da Ria Formosa ao natural ou à Bulhão Pato (€15) ou a salada de polvo grelhado com batata-doce de Aljezur (€14). Mas há mais opções, sempre acompanhadas do pão de alfarroba e da baguete simples, que chegam à mesa quentinhos e crocantes, e por duas manteigas (com e sem sal), estilo caseiras, fabricadas em Esposende.

Antes de passar ao prato principal, aconselha-se ainda o choco frito acompanhado por maionese de “sriracha” (€14). O peixe do dia, acompanhado de espinafres, batatas novas, legumes salteados (€26), muda todos os dias. Pode ser garoupa, robalo, salmonete ou peixe-galo, por exemplo: “Falamos com os pescadores no dia anterior e encomendamos o que queremos. O peixe vem da costa de Peniche e das Berlengas”, explica Miguel Rocha Vieira.

A carne não ficou de fora, por isso, há hambúrguer feito com carne barrosã DOP (€20) e lombo de porco preto alentejano (€24). Nos doces, opte-se pela tarte de maracujá da Madeira (€7,50) ou as framboesas, pistáchio e gelado de iogurte (€7,50).

“No fundo, é um tipo de comida que apetece comer de chinelos no pé e calções molhados da praia”, resume Miguel Rocha Vieira.

Fortaleza do Guincho > Estr. do Guincho, Cascais > T. 21 487 0491 > seg-dom 11h-22h

Pedro Sampayo Ribeiro