Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Manga, framboesa e laranja: Três gelados para o verão, por Joana Barrios

Comer e beber

Receita do livro Nhom Nhom, de Joana Barrios, editado pela Arte Plural Edições. No tema de capa da VISÃO Se7e, esta quinta-feira nas bancas, reunimos outras 14 receitas leves e frescas para, com os ingredientes da estação, se aventurar na cozinha

Carlos Pinto

Gelado de Manga

Ingredientes (para 6 a 8 gelados)
100 g manga madura
1 iogurte (dos que preferir)

Preparação
Descasque e corte a manga para o copo da varinha mágica. Acrescente o iogurte e triture. Encha formas de gelado e leve ao congelador.

Gelado de Framboesa

Ingredientes (para 6 a 8 gelados)
100 g framboesa
1 colher de sopa de creme de coco
2 colheres de sopa de iogurte
1 colher de sobremesa de mel

Preparação
Lave muito bem as framboesas, escorra-as e deite-as para dentro do copo da varinha
mágica. Acrescente o creme de coco, o iogurte e os mel, e triture. Verta em formas de gelado e leve ao congelador.

Gelado de Laranja

Ingredientes (para 6 a 8 gelados)
1 laranja
80 g de manga
1 colher de sopa de mel
1 morango

Preparação
Descasque a laranja e retire-lhe os caroços. Deite-a aos pedaços no copo da varinha
mágica. Descasque a manga, corte-a em pedaços e coloque no copo. Adicione o mel e triture. Lave bem o morango e corte-o em rodelas finas ou pedaços, como preferir, e junte ao líquido obtido anteriormente. Verta em formas de gelado e leve ao congelador.

"Decidi escrever este livro, que é tão simples quanto um livro de receitas para bebés, porque fui Mãe e porque a minha relação com o mundo que me rodeia mudou", diz Joana Barrios no texto que serve de introdução a Nhom Nhom (Arte Plural Edições, 184 págs., €17,70). Mas também porque, lê-se na contracapa, "hoje em dia, parece que toda a gente quer meter a colher na alimentação para bebés e criança", sendo cada vez mais difícil para os pais saber o que dar (ou não dar) de comer aos filhos.

Nhom Nhom é uma compilação de todas as receitas que Joana Barrios faz diariamente para a filha. A atriz e figurinista (e tantas outras coisas) deixa, no entanto, um aviso: “A minha dose de pesquisa baseou-se sobretudo na pediatra, por isso é altamente recomendável que, acima de tudo, ouça e confie no seu, e só depois procure os livros, as pesquisas online e a sabedoria popular”.

As receitas estão divididas por fases: as primeiras coisas que ela comeu (frutas e papas), as segundas que ela comeu (legumes em versão sopa cremosa), a carne, o peixe, tudo o que não é carne nem peixe, e os lanches. "Com uma pitada de bom senso e outra de criatividade, pode fazer comida saborosa, nutritiva e simplesmente boa para o seu filho (e para si)", acredita Joana Barrios.