Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Restaurante Panorâmico: Executivos à mesa

Comer e beber

Quando a procura de uma cozinha de apoio se transforma num restaurante a sério. Foi o que aconteceu à chefe Marlene Vieira no Taguspark, em Oeiras, onde abriu o Panorâmico

“Não é um fine dining, mas apresenta um serviço e ingredientes de qualidade, com um empratamento cuidado e tudo aliado a uma boa vista”, diz Marlene Vieira sobre o restaurante Panorâmico

“Não é um fine dining, mas apresenta um serviço e ingredientes de qualidade, com um empratamento cuidado e tudo aliado a uma boa vista”, diz Marlene Vieira sobre o restaurante Panorâmico

Mário João

Quem diria que Marlene Vieira iria abrir um restaurante no Taguspark, em Oeiras, longe dos circuitos habituais, e do seu food corner no Mercado da Ribeira, em Lisboa? Na verdade, nem a chefe de cozinha ponderou esta possibilidade. Foi por um mero acaso que abriu, em meados de abril, o Panorâmico, no último piso do núcleo central daquele parque empresarial. “É uma história engraçada, andava à procura de uma cozinha de produção para dar apoio ao Mercado da Ribeira e em conversa com um amigo cheguei ao Taguspark”, conta. Quando ali se instalou não foi com o pretexto de abrir um restaurante, mas uma empresa de catering, que já está a funcionar há cerca de seis meses. O Panorâmico surgiu depois do desafio do administrador do Taguspark Carmona Rodrigues, para que ocupasse os cerca de 500 metros quadrados perto desta sua nova cozinha.

Mário João

“Não é um fine dining, mas apresenta um serviço e ingredientes de qualidade, com um empratamento cuidado e tudo aliado a uma boa vista”, descreve Marlene Vieira. Para agradar ao paladar exigente da classe executiva, a chefe de cozinha criou um menu especial (€18), que muda todas as semanas e inclui entrada, prato principal, bebida, sobremesa e café. Neste menu executivo podem entrar desde uma salada de polvo com molho de pimentos assados a uma perna de pato assado com pastinaca, laranja e endívias (“um prato de meia estação que foge ao inverno e entra na primavera”, descreve Marlene Vieira).

Na ementa, assente na cozinha portuguesa, há ainda, à carta, sugestões como arroz cremoso à Bulhão Pato com tataki de espadarte rosa (€12) ou a sobremesa fudge de chocolate, gelado de caramelo crocante de laranja (€3). Companhias certeiras para apreciar calmamente a paisagem que desvenda a serra de Sintra, o Tejo e o Cristo Rei.

Mário João

Panorâmico > Av. Dr. Jacques Delors, Núcleo Central, 1, 401, Oeiras > T. 21 424 0005 > seg-sex 12h-18h