Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Já se canta o fado na cafetaria da Casa-Museu Amália Rodrigues

Comer e beber

  • 333

No Tapas Amália, a nova cafetaria da Casa-Museu Amália Rodrigues, em Lisboa, há petiscos portugueses e, nas noites de sexta, ouve-se cantar o fado

Os cogumelos salteados com alho e coentros são um dos petiscos servidos no Tapas Amália

Os cogumelos salteados com alho e coentros são um dos petiscos servidos no Tapas Amália

José Caria

Cristina Aguilar e Luís Bívar são mãe e filho e os responsáveis pelo Tapas Amália, a nova cafetaria da Casa-Museu Amália Rodrigues. Aqui há agora petiscos tipicamente portugueses e sessões de fado cantado ao vivo no jardim. “A verdade é que na casa da diva não se cantava fado. Achámos que fazia todo o sentido que se passasse a ouvir”, diz Cristina Aguilar.

O Tapas Amália entrou em funcionamento a 27 de julho, servindo, durante o dia, chouriço assado, pica-pau, cogumelos salteados com alho e coentros, alheira com ovo estrelado, salada de bacalhau (a tradicional, feita com bacalhau cru) ou tábuas de queijos e enchidos.

Às sextas-feiras, a partir das 20 horas, ouve-se fado, cantado por fadistas amadores, provenientes da Casa de Fado de Alfama, com a qual têm uma parceria. “As noites têm estado cheias”, constatam, satisfeitos. E deixam o conselho: nessas noites, o melhor será fazer reserva.

Nas noites de sexta-feira ouve-se cantar o fado no Tapas Amália

Nas noites de sexta-feira ouve-se cantar o fado no Tapas Amália

José Caria

Tapas Amália > Casa-Museu Amália Rodrigues > R. de São Bento, 191, Lisboa > T. 91 8130595 > ter-qui, sáb-dom 10h-18h; sex 10h-18h, 20h-24h

José Caria