Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Aprender, fazer e comer com os Mani in Pasta

Comer e beber

Durante cinco semanas, à segunda-feira, os Mani in Pasta tomam conta da cozinha da Associação Renovar a Mouraria, em Lisboa. E convidam a pôr as mãos na massa

As italianas Valentina Toscano, Irene Altieri e Elisa Sartor conheceram-se em Lisboa. Com Paolo Andreoni (que não posou para a fotografia por estar fora de Lisboa) formam os Mani in Pasta “para não deixar cair no esquecimento as receitas tradicionais” do seu país

As italianas Valentina Toscano, Irene Altieri e Elisa Sartor conheceram-se em Lisboa. Com Paolo Andreoni (que não posou para a fotografia por estar fora de Lisboa) formam os Mani in Pasta “para não deixar cair no esquecimento as receitas tradicionais” do seu país

Marcos Borga

É um regresso esta residência culinária do coletivo Mani in Pasta na Associação Renovar a Mouraria, em Lisboa, com início esta segunda-feira, 29. O quarteto italiano composto por Elisa Sartor, Irene Altieri, Valentina Toscano e Paolo Andreoni já ali se tinha estreado a cozinhar no ano passado e a experiência correu tão bem que decidiram voltar. “Achámos que seria mais interessante para quem participa ter a oportunidade de preparar o seu prato”, conta Valentina Toscano. Por isso, desta vez, os jantares de segunda-feira funcionam também como um workshop no qual todos vão poder pôr a mão na massa (sob a orientação da equipa, claro está) e ficar a conhecer um pouco mais da tradição italiana à mesa.

Da mistura de água, uma pitada de sal e farinha de trigo duro, moída na pedra pela oficina La Molisana, na região italiana de Molise, aprende-se a fazer cavatelli, anellini, mugnaia, strozzapreti e pappardelle que, nesta altura do ano, "casam bem com pestos de manjericão, beterraba, tomate, grelos ou cogumelos", revela Valentina. A ementa que se serve esta segunda, 29, e nas próximas quatro semanas (7, 14 e 21 de março e 4 de abril), a partir das 19 e 30, na Associação Renovar a Mouraria, é composta por um prato (com respetivo molho cru) e uma sobremesa (neste caso, uma pannacotta). Todos os participantes recebem um pequeno livro para tomar notas e que explica o nome do prato, a sua origem e algumas curiosidades culinárias. Já quem levar o avental mais original da noite, terá direito a um prémio “muito saboroso”.

Lunedì Mani in Pasta > Associação Renovar a Mouraria > Beco do Rosendo, 8, Lisboa > Reservas 92 444 8196, 96 861 6656, 96 615 3467 > 29 fev, 7, 14, 21 mar, 4 abr, 19h30-22h30 > €20 (não inclui bebidas)