Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Tajarin com sálvia e trufa branca de Alba, por Tanka Sapkota

Comer e beber

Mário João

Receita do chefe nepalês do restaurante italiano Come Prima, em Lisboa

Ingredientes

Para a massa fresca (9 pessoas)

1 kg farinha tipo 00 para massa fresca

450 g de gemas

Para o molho (1 pessoa)

4 folhas de sálvia

2 conchas pequenas de caldo de legumes

1 ½ colher de sopa de manteiga com sal

Queijo Parmigiano Reggiano q.b.

6 g de trufa branca de Alba ou trufa preta

Confeção

Preparar a massa fresca com antecedência. Fazer um buraco ao centro da farinha e deitar as gemas. Amassar bem até obter uma massa consistente e até um pouco rija. Depois de a cobrir com película aderente, deixar descansar 30 minutos, sem ser necessário ir ao frigorífico.

Estender a massa o mais fino possível, fazendo um retângulo. Depois de polvilhar com um pouco de farinha, para não ficar pegajosa, enrolar a massa como se de um grande cannelloni se tratasse. Fatiar o rolo em tiras finas de 2 milímetros de espessura.

Soltar as tiras de massa e cozê-las em água a ferver com sal, durante apenas 1 minuto e 40 segundos.

Preparar o molho antes de servir. Numa frigideira, deitar as folhas de sálvia, o caldo de legumes e metade da dose de manteiga. Aquecer bem, sem deixar ferver. Só quando se mistura a massa é que se levanta o lume e envolve-se bem durante 1 minuto. Apagar o lume e acrescentar o resto da manteiga e o queijo Parmigiano Reggiano, de preferência ralado na hora. Retirar as folhas de sálvia e está pronto para ser empratado. No caso de não se encontrar trufa branca de Alba pode optar por trufa preta, mais fácil de adquirir. Servir e comer de imediato.