Visão Sete

Siga-nos nas redes

Perfil

Bem recheados

Visão Se7e

  • 333

Confecionados de forma tradicional, não há croissants como os da Maurícia, em Matosinhos

Levam farinha, ovos, açúcar e margarina de boa qualidade, creme de pasteleiro e, por cima, amendoins picados e açúcar em pó. Parte-se para a primeira trinca com as expectativas elevadas (ou não tivessem estes croissants recheados fama de serem os melhores do Grande Porto) e o paladar não se dececiona.

Rende-se à massa fofa e seca, à cremosidade do recheio. Lurdes Borges, a pasteleira que os faz, desde que a Confeitaria Maurícia abriu, há 25 anos, garante que o segredo é um só: "fazê-los da forma tradicional". Por dia, saem do balcão perto de 500 croissants.

Os recheados são os que mais vendem: "Vêm pessoas de Gaia, Santo Tirso, Famalicão, Vila do Conde comprá-los", garante o proprietário José Lopes. Mas há também croissants simples (muito sequinhos, estaladiços por fora e com calda de açúcar por cima) e de chocolate.

Os croissants são o símbolo da casa, mas a pastelaria é variada e toda feita ali com ingredientes de qualidade. A vitrina é partilhada com bolos de arroz como os de antigamente (não se desfazem ao comer), éclairs, napoleões de chocolate, bolas de berlim... A decoração não tem nenhuma particularidade, mas os clientes sim.

Muitos frequentam a Confeitaria há anos e nem precisam de fazer pedido ao entrar os funcionários já sabem o que servir. Há os pontuais que às 8 e 15, quando a casa abre, já estão à porta. Sabem que a essa hora há croissants quentinhos, acabados de sair do forno. Feitos de forma tradicional e com o preço de €0,85/unidade.



CONFEITARIA MAURÍCIA

R. Brito Capelo, 907, Matosinhos.

T. 22 938 0236

Qui-Ter 8h15-21h