Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Caras do Futuro - Reinaldo Coelho

VISÃO 20 anos

  • 333

Reinaldo Coelho é a escolha de Carlos Moreira da SIlva O fabrico de garrafas, frascos e boiões não tem segredos para este engenheiro-gestor, cujo percurso o levou até à Polónia

Escolheu o curso de engenharia industrial, porque sempre gostou de "construir e montar coisas". O estágio curricular permitiu-lhe conhecer por dentro a BA Vidro, império das embalagens de vidro para alimentos e bebidas, com epicentro em Avintes, perto do Porto. Teve a sorte que soube aproveitar de construir uma carreira ao ritmo da expansão e da modernização do grupo fabril. Com 23 anos, acabado de sair da Universidade, acompanhou a instalação da primeira fábrica, na Estremadura espanhola, como adjunto do diretor de projeto. De regresso a Portugal, participou, em 2001, na substituição do forno na fábrica de Avintes, tarefa que o habilitou a voos mais altos. Os anos seguintes foram passados nas províncias espanholas de Leão, fazendo a integração da recém-adquirida Vidriera Leonesa, e da Galiza, onde teve a primeira experiência de gestão, aperfeiçoada com um MBA entretanto tirado na Porto Business School.

Reinaldo Coelho fez o seu percurso, entre a produção e a gestão, durante os anos que marcaram o reforço da posição acionista na BA Vidro de Carlos Moreira da Silva, ex-quadro da Sonae. No âmbito de um ambicioso projeto de internacionalização, o grupo começou a estudar oportunidades fora do seu mercado natural e adquiriu, na última semana de 2011, o controlo da Warta Glass, na Polónia. A escolha para liderar o novo projeto recaiu em Reinaldo Coelho. Sem tempo a perder, o jovem gestor iniciou funções de CEO logo no primeiro dia de 2012, na companhia de um chefe de vendas espanhol e de uma financeira portuguesa.

Olhando para trás, Reinaldo Coelho salienta os três momentos-chave da sua carreira, indissociáveis dos investimentos da BA Vidro: expansão para Espanha, substituição do forno em Avintes e internacionalização para a Polónia. Os 16 anos de carreira permitem-lhe conhecer e dominar os segredos do fabrico de cada um dos 14 milhões de garrafas, frascos e boiões que todos os dias saem das sete fábricas do grupo. Não teme a concorrência asiática: a embalagem de vidro é 100% reciclável, sustentável e, além disso, "viaja mal", o que leva a indústria alimentar e de bebidas a abastecer-se de produtos locais.

Os anos mais próximos reservam-lhe uma missão: "fazer com que os resultados aconteçam na Polónia". Desconhece onde a carreira o levará, mas sabe que "mudar a primeira vez [de País] é o que custa mais". A partir daí, o mundo deixa de ter fronteiras. Onde houver uma fábrica de embalagens de vidro à sua espera...

BI

Idade: 38 anos Atividade: CEO da BA Vidro na Polónia.

Vive na cidade de Poznan desde o início de 2012

A escolha de... Carlos Moreira da Silva

Gestor, presidente e acionista de 45% da BA Vidro, fabricante de embalagens em vidro

"O Reinaldo Coelho é um líder jovem que apresenta duas características difíceis de reunir na mesma pessoa: tem capacidade de execução e uma ânsia de saber insaciável. Estas características, a par da organização, da perseverança e da boa disposição, dar-lhe-ão a oportunidade de ser um líder carismático no futuro"