Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Zoo que matou a girafa Maurius, abate agora quatro leões

Sociedade

Reuters

O coro internacional de protestos contra a morte da girafa Maurius não impediu o zoo da Dinamarca de abater agora um casal de leões e as suas duas crias para receber um novo macho

Recorde o caso de Maurius, a girafa:

O zoo de Copenhaga justifica que devido ao comportamento natural dos leões teve de matar os dois leões adultos para poder receber o novo macho. Quanto às crias, de dez meses, "não tinham idade suficiente para se defenderem" e seriam mortas pelo novo leão "assim que este tivesse oportunidade".

Os quatro animais foram abatidos na segunda-feira, depois de, segundo um porta-voz do zoo, não ter sido possível encontrar um novo lar para os leões.

Quanto ao destino dos cadáveres, o porta-voz adiantou que não serão dissecados em público, como aconteceu com a girafa Maurius, para grande indignação internacional. "Nem todos os nossos animais são dissecados perante o público", explicou.