Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Veja o que está escondido no que come

Sociedade

  • 333

Já lhe passou pela cabeça que pode ter levado para casa fiambre de peru que tem como ingrediente carne de porco? Ou um bacalhau à Braz sem bacalhau? Não? Mas acontece... A VISÃO revela-lhe alguns dos ingredientes escondidos nos alimentos

Bacalhau à Braz congelado Neste tipo de refeições pré-preparadas, foram detetados vários peixes. Casos houve em que, do bacalhau, nem cheiro...
1 / 13

Bacalhau à Braz congelado Neste tipo de refeições pré-preparadas, foram detetados vários peixes. Casos houve em que, do bacalhau, nem cheiro...

Outras refeições de bacalhau Nem sempre é o fiel amigo. Peixes substitutos encontrados: escamudo (ou paloco), granadeiro e arinca.
2 / 13

Outras refeições de bacalhau Nem sempre é o fiel amigo. Peixes substitutos encontrados: escamudo (ou paloco), granadeiro e arinca.

Soja geneticamente modificada A legislação comunitária obriga os produtores a colocarem no rótulo o uso de organismos geneticamente modificados. Mas há vários alimentos que utilizam este tipo de soja, sem o referenciarem.
3 / 13

Soja geneticamente modificada A legislação comunitária obriga os produtores a colocarem no rótulo o uso de organismos geneticamente modificados. Mas há vários alimentos que utilizam este tipo de soja, sem o referenciarem.

Leite e derivados É comum, por exemplo, detetar-se queijo puro de cabra, onde se anuncia leite de ovelha ou de vaca.
4 / 13

Leite e derivados É comum, por exemplo, detetar-se queijo puro de cabra, onde se anuncia leite de ovelha ou de vaca.

Fiambre de peru Algumas amostras apresentam uma percentagem de carne de porco bastante significativa, considerando o alimento publicitado..
5 / 13

Fiambre de peru Algumas amostras apresentam uma percentagem de carne de porco bastante significativa, considerando o alimento publicitado..

Delícias do mar Na sua maioria, contêm peixes muito variados, alguns dos quais nem constam da portaria que regulamenta as milhares de espécies que podem ser comercializadas em Portugal.
6 / 13

Delícias do mar Na sua maioria, contêm peixes muito variados, alguns dos quais nem constam da portaria que regulamenta as milhares de espécies que podem ser comercializadas em Portugal.

Paté de pato Já se detetou uma percentagem de outras carnes (como a de porco) muito superior à de pato. Em alguns casos, nem pato foi encontrado no paté...
7 / 13

Paté de pato Já se detetou uma percentagem de outras carnes (como a de porco) muito superior à de pato. Em alguns casos, nem pato foi encontrado no paté...

Refeições vegetarianas Já foi encontrada carne de porco, neste tipo de produtos pré-preparados...
8 / 13

Refeições vegetarianas Já foi encontrada carne de porco, neste tipo de produtos pré-preparados...

Amendoim em alimentos compostos Este é um dos produtos que constam na lista de alergénicos da União Europeia. Já foi encontrado, no entanto, em comidas processadas, sem que a informação estivesse no rótulo.
9 / 13

Amendoim em alimentos compostos Este é um dos produtos que constam na lista de alergénicos da União Europeia. Já foi encontrado, no entanto, em comidas processadas, sem que a informação estivesse no rótulo.

Saladas de atum O judeu é uma das espécies mais encontradas a substituir o atum, neste tipo de saladas pré-preparadas.
10 / 13

Saladas de atum O judeu é uma das espécies mais encontradas a substituir o atum, neste tipo de saladas pré-preparadas.

Alheiras de caça A caça é, de quando em vez, substituída por parentes domésticos, nomeadamente porco em lugar de javali, ou frango a imitar faisão ou perdiz.
11 / 13

Alheiras de caça A caça é, de quando em vez, substituída por parentes domésticos, nomeadamente porco em lugar de javali, ou frango a imitar faisão ou perdiz.

Hambúrguer, carne picada ou outros alimentos compostos à base de carne de vaca São encontradas as mais variadas carnes, sobretudo a de porco. Aliás, a carne de suíno é das mais comuns nas refeições já processadas e, por vezes, não está referenciada no rótulo.
12 / 13

Hambúrguer, carne picada ou outros alimentos compostos à base de carne de vaca São encontradas as mais variadas carnes, sobretudo a de porco. Aliás, a carne de suíno é das mais comuns nas refeições já processadas e, por vezes, não está referenciada no rótulo.

Cherne Em seu lugar, já foi detetada a comercialização de perca do Nilo, assim travestida deste peixe nobre, cada vez mais raro.
13 / 13

Cherne Em seu lugar, já foi detetada a comercialização de perca do Nilo, assim travestida deste peixe nobre, cada vez mais raro.

Afinal, o que andamos a comer? A VISÃO encontrou respostas surpreendentes no Biopremier, um laboratório português especializado em identificar o ADN dos alimentos que estão à venda por todo o País. Alguma vez pensou em paté de pato sem pato? Refeições vegetarianas com uma percentagem de carne de porco? Alheiras de caça, em que o porco substitui o javali e o frango está a fazer o papel de faisão? Todos estes casos já foram detetados por aquele laboratório.

É nas refeições processadas e embaladas, porém, que se encontram as maiores surpresas.

Por exemplo, bacalhau à Braz que não tem bacalhau, mas sim outro peixe menos nobre e mais barato. "Na grande maioria das vezes, o problema não é de saúde pública, pois o produto encontrado tem boa qualidade", diz Pedro Antunes, administrador da Biopremier. "A questão é económica o consumidor paga um produto e recebe outro." Os casos de maior risco são os que envolvem alimentos incluídos nas listas dos alergénicos e não referenciados, para o efeito, no rótulo. "Imagine uma pessoa alérgica ao amendoim e que compra uma refeição processada com este produto, não mencionado na embalagem. Aqui, já existe um problema de saúde pública", avisa Pedro Antunes. Outras preocupações remetem para crenças religiosas ou opções de vida, como seja a existência de carne de porco, sem referenciação, em produtos adquiridos por pessoas que a não desejam.

Significa isto que andamos a comer gato por lebre? Mário Gadanho, investigador e administrador da Biopremier, diz que não. "O controlo é cada vez mais apertado", assegura. "Hoje, quase todas as grandes superfícies pedem-nos para analisarmos os artigos que colocam nas prateleiras." Mas não há regra sem exceção como se verifica na galeria de fotos acima....