Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Várias casas arderam no Funchal, hospital evacuado

Sociedade

  • 333

Várias casas arderam na sequência do incêndio que lavra desde a madrugada de sexta-feira Funchal. A concentração de fumo obrigou mesmo à evacuação do Hospital dos Marmeleiros

"Há relatos de moradias ardidas, não temos a confirmação exata de quais foram, mas há esses relatos", afirmou o vereador da Proteção Civil da Câmara, Amílcar Gonçalves, salientando que, até ao momento, não há conhecimento da existência de vítimas.

O responsável explicou que a situação "no início da noite começou a intensificar-se, sobretudo, quando o fogo passou de São Roque para a freguesia de Santo António", o que "dispersou, ainda mais, as frentes de fogo".

Neste local, os bombeiros foram confrontados com uma "zona de mato muito densa e com habitações muito próximas", o que também "complicou muito" a sua atuação.

O vereador reiterou o apelo à população residente na zona baixa da cidade para que tente "poupar água ao máximo".

"Toda a água é necessária, estamos a proceder a algumas transferências da água da zona baixa para a zona alta para ajudar no combate", declarou, pedindo ainda à população respeito pelas indicações das forças de policiais e dos bombeiros que estão no terreno.

A este propósito exemplificou que há arruamentos, de Santo António e São Roque, que "têm uma largura muito diminuta".

"Se as pessoas tiverem oportunidade de trazer os carros para uma zona mais baixa e mais ampla, para permitir que os meios possam chegar com mais facilidade às zonas de combate", referiu o autarca, esclarecendo que tem havido "alguma dificuldade em fazer chegar" os carros de combate às zonas altas.

O incêndio começou às 02h30 de sexta-feira, na freguesia do Monte, e destruiu alguns anexos e palheiros, além de mato e área florestal, tendo-se agravado ao início da tarde desse dia, passando para as zonas altas da freguesia de São Roque, onde surgiram novos focos.

A situação levou a Câmara a ativar o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil às 18h00 de sexta-feira.

Já esta madrugada, os doentes do Hospital dos Marmeleiros e residentes no largo da Fonte, na freguesia do Monte, começaram a ser retirados.

Hospital evacuado 

O Hospital dos Marmeleiros, no Monte, concelho do Funchal, onde há mais de 24 horas lavra um incêndio, foi evacuado devido à concentração de fumo, disse hoje à agência Lusa o secretário dos Assuntos Sociais da Madeira.

"Os doentes [cerca de 200] estão a ser retirados do Hospital dos Marmeleiros não que haja um risco de fogo, mas, sobretudo, pela grande concentração de fumos e para a sua segurança", afirmou Francisco Jardim Ramos, que se encontra no Regimento de Guarnição n.º 3, quartel do Exército no Funchal, onde estão a ser instalados os utentes.

Segundo Francisco Jardim Ramos, neste local estão os doentes que "não precisam de cuidados de saúde muito intensos".