Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Universidade de Coimbra classificada Património Mundial

Sociedade

  • 333

A UNESCO reconhece a importância da Universidade e o seu contributo para o valor universal da cultura e da língua portuguesas

Via Latina.
1 / 13

Via Latina.

Sé Velha.
2 / 13

Sé Velha.

Aqueduto.
3 / 13

Aqueduto.

Raquel Freire, cineasta e autora do filme Rasganço, sobre a vida universitária de Coimbra. «Coimbra é uma cidade com um património riquíssimo, mas Sempre que lá volto, sinto que algo se perdeu. Custa-me que a associem a um lado conservador e repressivo, quando sempre teve pessoas com pensamento crítico, das artes à política. Tenho as melhores e as piores recordações, como acontece em todas as relações de amor intenso.»
4 / 13

Raquel Freire, cineasta e autora do filme Rasganço, sobre a vida universitária de Coimbra. «Coimbra é uma cidade com um património riquíssimo, mas Sempre que lá volto, sinto que algo se perdeu. Custa-me que a associem a um lado conservador e repressivo, quando sempre teve pessoas com pensamento crítico, das artes à política. Tenho as melhores e as piores recordações, como acontece em todas as relações de amor intenso.»

Capela de S. Miguel na Via Latina.
5 / 13

Capela de S. Miguel na Via Latina.

Biblioteca Joanina.
6 / 13

Biblioteca Joanina.

Manuel Alegre, poeta e político, antigo estudante da Universidade de Coimbra. «A classificação pela UNESCO é uma questão de prestígio, mas Coimbra já é património da humanidade há muito tempo. A sua história confunde-se com a história de Portugal. A Universidade continua muito bem cotada internacionalmente e abriu-se a novos caminhos.»
7 / 13

Manuel Alegre, poeta e político, antigo estudante da Universidade de Coimbra. «A classificação pela UNESCO é uma questão de prestígio, mas Coimbra já é património da humanidade há muito tempo. A sua história confunde-se com a história de Portugal. A Universidade continua muito bem cotada internacionalmente e abriu-se a novos caminhos.»

Laboratótio Químico.
8 / 13

Laboratótio Químico.

Praça Dom Dinis e edifício do Departamento de Matemáticas.
9 / 13

Praça Dom Dinis e edifício do Departamento de Matemáticas.

Miguel Júdice, empresário do grupo hoteleiro proprietário da Quinta das Lágrimas. «A classificação é um selo importante, colocará Coimbra no campeonato global. Ajudará a atrair mais turistas e fará pressão para se qualificar o património. Será um motivo de orgulho e de responsabilidade.»
10 / 13

Miguel Júdice, empresário do grupo hoteleiro proprietário da Quinta das Lágrimas. «A classificação é um selo importante, colocará Coimbra no campeonato global. Ajudará a atrair mais turistas e fará pressão para se qualificar o património. Será um motivo de orgulho e de responsabilidade.»

Jardim Botânico.
11 / 13

Jardim Botânico.

Colégio de São Jerónimo.
12 / 13

Colégio de São Jerónimo.

Para Clara Almeida Santos, vice-reitora da Universidade de Coimbra, «não se pode impedir a inovação». «Não nos vamos transformar num museu», diz o curador da candidatura, Raimundo Mendes da Silva.
13 / 13

Para Clara Almeida Santos, vice-reitora da Universidade de Coimbra, «não se pode impedir a inovação». «Não nos vamos transformar num museu», diz o curador da candidatura, Raimundo Mendes da Silva.

A Universidade de Coimbra (UC) foi classificada hoje pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) Património Mundial da Humanidade, disse à Lusa fonte da reitoria da universidade.

O reitor da UC, João Gabriel Silva, afirma que "mais do que o reconhecimento do valor arquitetónico do complexo universitário de Coimbra, esta decisão da UNESCO sublinha o valor universal da cultura e da língua portuguesas e reconhece o papel central que Portugal teve na formação do Mundo, tal como hoje o conhecemos".

A UC foi a única universidade portuguesa durante tantos séculos e a classificação como património mundial "reconhece a ação central que a Universidade de Coimbra tem vindo a desempenhar na história da humanidade", realça a nota.